Arquivo da tag: resenha

Meus batons favoritos.

Olá pessoal 😀

Meus batons favoritos

Faz muito (mais muito) tempo que queria fazer um post mostrando os batons que mais uso no dia a dia, pra sair, fazer fotos, enfim… os meus queridinhos 😉 Quem me conhece sabe que eu não sou muito maquiadora profissional e que não sou louca das compras de maquiagem também, porém eu sempre tenho as coisas necessárias pra fazer uma boa make principalmente para tirar fotos, que é onde mais aparece nossas imperfeições haha Tirei fotos individuais dos batons e vou colocar as informações certinhas pra quem tiver interesse em comprar também. Não tirei foto com os batons pois como vocês me acompanham todas as fotos que tenho estou usando eles, desde o tempo do intercâmbio que foi onde comprei 90% dos batons. Vamos lá:

  • Batom Natura Aquarela – Cor: Rosa 64

IMG_7012

  • Batom Too Faced – Cor: Divine Wine – Aparenta ser bem escuro porém não fica tanto assim, dá pra usar tranquilamente para o dia a dia para realçar os lábios. E a embalagem é super fancy 😀

IMG_7023

  • Batom Primark – Cor: PS2339-00 – Esse é um dos que mais uso para o dia a dia, principalmente quando não passo maquiagem mais quero ficar com cara de saúde (porque se não fico com cara de zumbi KK). E a embalagem dele é super diferente, faz meu namorado achar toda vez que é um esmalte 😛

IMG_7021

  • Batom Rimmel London – Cor: 230 Red Fever

IMG_7020

  • Batom Rimmel London – Cor: 086 Sugar Plum

IMG_7016

  • Batom Topshop – Cor: Beguiled (obs: perdi a tampa dele :\ )

IMG_7014

  • Batom Mac – Cor: Rebel 

IMG_7017

  • Batom Mac – Cor: Candy Yum Yum

IMG_7013

  • Batom Mac – Cor: Diva

IMG_7011

O premiado sempre foi o Rebel da Mac, é com certeza o que eu mais uso desde que adquiri 😀 Eu amo batom escuro ou com uma cor que dê mais vida aos lábios, como podem perceber.

Essa é a minha lista de batons mais usados, e qual a de vocês? Deixem nos comentários o nome dos queridinhos de vocês, vai que eu me encante por algum novo, haha

Beijos!

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 24 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Série finalizada: The Killing.

Olá.

Hoje quero falar um pouco pra vocês sobre a última série que assisti: The Killing! 😀

poster-the-killing-season-4

The Killing é uma série americana baseada no seriado dinamarquês Forbrydelsen. O foco são os casos de assassinatos na cidade de Seattle, que vão parar diretamente para a dupla de detetives de homicídios: Linden e Holder. O primeiro episódio conta como o último dia de Linden trabalhando como detetive, porém eles encontram o corpo da adolescente Rosie Larsen, que foi morta de forma trágica e isso mexe muito com Linden, sempre mexeu… Acho que isso é uma das coisas que me faz gostar dela: ela mostra através de toda a série como nós nascemos para ser algo na vida, e aquilo muitas vezes já está predestinado. A Linden sempre quis parar de trabalhar na polícia, parar de se envolver com a perda e tristeza de todas as famílias e de querer encontrar a resposta, mesmo que pra isso ela tenha que desistir de casamento, criar seu filho e de ter uma vida “normal”. Porém, ela não desiste.

the-killing-the-killing-30157675-1600-1200

Holder no primeiro episódio acaba sendo promovido como detetive porém no início sua parceira fica com muitas dúvidas, principalmente em relação ao passado dele (ele era viciado em metanfetamina e isso prejudicou a vida dele por muitos anos), mais ele também jamais desistiu de se tornar um bom detetive. Ele é super irônico e tem sempre umas jogadas divertidas nas conversas… O que torna essa dupla de detetives muito cativante, essa diferença tão grande de estilo e personalidade.

Posso dizer sem dúvida que minhas temporadas favoritas foram a primeira e a terceira. A primeira chama muito atenção por todo o envolvimento familiar e em como é difícil simplesmente seguir em frente. E também nos faz entender a grande dificuldade que é envolver pessoas famosas, muito conhecidas e como mostra na série no círculo político, em qualquer caso policial que seja. Porém, a verdade sempre será dita e sempre prevalecerá. A história de Rosie Larsen é muito parecida com a de várias adolescentes, que aos olhos dos pais e familiares, levam uma vida normal para sua idade. Mais muitas vezes a sua vida, pacata e modesta, não é o suficiente… Nós temos a sensação de querer tudo, querer o mundo.

The-Killing

Na terceira temporada, quando já estava totalmente viciada na série, fez com que eu tivesse que assistir no mínimo 3 episódios por dia, porque eu simplesmente não aguentava o mistério, haha! E acompanhava tanto o dia a dia dos detetives como o de um detento que estava nos últimos dias de sua vida na prisão. E quando chega a hora da descoberta do serial killer dessa temporada a gente fica tipo: WHAAAAAT?

killing_Holder_Linden_4_TK3_935x658

Outros motivos pelos quais gostei da série:

  • Poder feminino
  • Chuva e muito frio durante todas as temporadas
  • Paisagens depressivas (porém lindas <3)
  • Pessoas que realmente se amam mais não ficam se abraçando e gritando o amor pra todo mundo ouvir
  • Ser mãe e a grande expectativa X realidade

Para minha tristeza a série foi cancelada duas vezes pela emissora AMC até que a Netflix a ressuscitou e deu continuidade até seu término na quarta temporada com apenas 6 episódios. A série está toda disponível na netflix, então fica aqui a minha dica 🙂

E se alguém já assistiu ao seriado comenta sobre o que achou! Vamos interagir e nos conhecer mais, pessoal ;D

Beijos!

 

 

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 24 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Blogagem coletiva: Filmes que todo mundo ama (menos eu).

Olá! SAUDADE! 😀

Voltando a ativa com um dos temas mais amados pela minha pessoa: FILMES <3 porém, sobre filmes que todo mundo ama, menos eu 😛 Vou começar confessando que não foi fácil achar esses filmes, pois eu sempre assisto filmes que não são tão comentados assim (falou a + alternative girl, KK), não, sério! Porém, estive dando uma olhadinha nos meus filmes assistidos lá no filmow (add aqui) e claro que achei alguns e agora vamos compartilhar 😀

  • Amaldiçoado (Horns – 2013)

horns

Total decepção com esse filme! As atuações forçadas, péssimas (Me desculpe, mas Daniel valeu em Harry Potter mais foi só por lá mesmo). Efeitos visuais amadores e uma história nada cativante, fizeram do filme Amaldiçoado uma experiência ruim no meu ponto de vista.

  • Lucy (2014)

lucy-6-signed

Quando o filme é com Scarlett Johansson todo mundo já coloca várias expectativas, e ai começam os comentários, compartilhamentos de trailer e spoiler. Foi por esses motivos que decidi assistir Lucy, mais Scarlett não salvou dessa vez. No gênero de ficção científica comigo é assim: eu posso assistir e amar… ou odiar. Não tem muito espaço para meio termo. A concepção de um ser humano alcançar esse auge cerebral (telecinesia, ausência de dor, capacidade de adquirir conhecimento instantânea) é muito interessante e diferenciada, mais o filme não conseguiu me prender 🙁

  • Sob a Pele (Under the Skin – 2013)

Under_the_Skin_poster_Scarlett_Johansson

Não pessoal, eu não odeio a Scarlett, ok?! hahahaha Mais também não acho ela boa atriz, premiada, ganhadora de Oscar assim 😛

O filme não apresenta diálogos, fundo musical, cores e nem muita história pra gente se agarrar, sabe? Você apenas vaga pelas ruas da Escócia com essa mulher misteriosa atrás de homens que ela se alimenta (???) também conta com um misterioso motoqueiro, que aparentemente é o único que conhece a personagem de Scarlett e sabe o que ela é. Talvez o filme quis mostrar uma jornada de auto conhecimento dessa mulher, tentando descobrir o porque ela precisa dessa caçada e o porque ela não consegue ter algum tipo de conexão com o mundo. Foi confusão demais pra minha cabeça.

Comentem se já assistiram esses filmes e o que acharam 😉

– Esse post faz parte da blogagem coletiva do grupo Blogs que Interagem, participe você também, só clicar aqui.

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 24 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Momento Leitura: A Menina Que Roubava Livros.

Helloooou!

Quero compartilhar com todos a experiência incrível que tive com o livro “A Menina Que Roubava Livros” do Marcus Zusak.


“Eis um pequeno fato: você vai morrer.”
Comecei a ler o livro nas minhas últimas semanas no Brasil, porém com toda a correria estava lendo pouquíssimas vezes.
Foi no avião que comecei realmente a leitura e iniciou-se a paixão pela personagem da pequena e astuta Liesel.

O livro é narrado pela morte… esse já é um ponto forte, altamente excêntrico e o mais encantador da história é que você cria fortes laços com todos os personagens (menos o Führer, haha).
A relação de Liesel e seu pai de criação, Hans é linda, amável e apaixonante.

Alguns trechos:

“Sou só garganta… Não sou violenta. Não sou maldosa. Sou um resultado.” 

“Não ir embora: ato de amor e confiança.”

“A única coisa pior do um menino que detesta a gente: um menino que ama a gente.”


Indico essa leitura para todos os gostos literários, ela é emocionante demais… acho difícil as pessoas falarem algo de realmente ruim sobre o livro.
E agora um pedido pessoal:
Façam um filme com essa história, por favor! 😛

Pra quem quiser me adicionar no skoob e saber o que ando lendo: meu perfil.

:** DFG

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 24 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Filmes + Férias

Olá, pessoal. Estou oficialmente de férias, e estou aproveitando para me atualizar com filmes, séries, músicas e tudo mais… já que vou passar as festas em casa esse ano :~

Comecei assistindo um anime, mas confesso que sempre fui preconceituosa em relação a desenhos japoneses, acho muitos deles com efeitos e histórias fraquíssimas. Porém, meu namorado adora todo tipo de anime e quis que assistisse este com ele.
O anime é: Túmulo dos Vagalumes.

 

Conta a história de dois irmãos que perdem os pais durante a guerra no Japão, e fazem de tudo para sobreviver com toda a tristeza e solidão do trágico momento que seu país está passando.
Vai uma dica: você vai chorar. É realmente lindo, emocionante, chocante… Nota 10.
Mais informações: http://filmow.com/tumulo-dos-vagalumes-t8294/

Depois da ceia natalina de ontem, decidi que estava sem sono e parti pra assistir um filminho hehe… Foi Resident Evil 5: Retribuição.


Vou direto ao ponto: não gostei. Os filmes da saga Resident Evil que eu gosto vai do primeiro ao terceiro… o resto se perdeu em coisas que nem consigo entender. Mas eu continuo assistindo, continuo com esperança. Minha nota é 3.
Mais informações: http://filmow.com/resident-evil-5-retribuicao-t33946/

O terceiro filme é o famoso: Ted.


Me rendeu boas risadas, mas entendi porque o filme foi tão questionado em relação a idade permitida: rola muita droga e palavrões no desenrolar da história. É realmente estranho você imaginar um ursinho de pelúcia de uma criança crescendo e se tornando um viciado pegador de prostitutas (haha).
Minha nota: 8. Mais informações: http://filmow.com/ted-t47698/

É isso aí, conforme estiver me atualizando vou informando vocês da minha humilde opinião de tudo que estou fazendo nas férias.
xoxo, DFG.

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 24 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.