Arquivo da tag: last week plays

Last Week Plays: Fracture, Return to Sender e muito mais!

Olá! Tudo bem com vocês? 😀

Mais uma semana começando e vou confessar que está sendo difícil manter os posts de “Last Week Plays” pois o tempo passa voando… Quase impossível acompanhar, né?! Logo é Natal, kkk 😲

Essa semana foi bem light – não fiquei assistindo muita coisa, pois estou trabalhando em novos projetos e atrás de novas possibilidades de trabalhos aqui para o blog também! *cheirinho de novidade* 😍

  • Os filmes da semana que passou foram:
um-crime-de-mestre
Sinopse: “Willy Beachum (Ryan Gosling) é um jovem e ambicioso promotor público, que está no melhor momento de sua vida profissional. Ele tem 97% de vitória nos casos em que atuou e está prestes a assumir um cargo na famosa agência Wooton Sims. Porém, antes de deixar o cargo de promotor ele tem um último desafio pela frente: Ted Crawford (Anthony Hopkins). Após descobrir que sua esposa o estava traindo, Ted a matou com um tiro na cabeça. Parecia um caso simples, já que era um crime premeditado e com uma confissão clara, mas Ted cria um labirinto complexo em torno do caso de forma a tentar sua absolvição.”

Opiniões/Críticas: Como já era de se esperar, um filme com Anthony Hopkins que me prendeu ao caso de início ao fim. Com sua performance sádica, vingativa e minimalista, Ted nos deixa cheio de curiosidade sobre suas ações. Do outro lado, lutamos e tentamos montar o quebra cabeça junto com Willy, que é cheio de garra e determinação – e odeia perder. O desenrolar do filme tem um ritmo ótimo, com mistério na medida certa. O filme tem bastante momentos em julgamento, mais não deixa de nos manter na expectativa pois é lá que temos as surpresas e reviravoltas de ambos os personagens.

“Matei minha esposa. Agora prove.”

Nota: nota-8

Sinopse: ""Return to Sender" narra a história de uma enfermeira que é brutalmente estuprada por um homem misterioso (Shiloh Fernandez). Após sua prisão, ela começa a enviar cartas para ele na prisão, mas todas são devolvidas. Determinada a confrontá-lo, ela então começa a visitá-lo regularmente na prisão e, aparentemente, faz amizade com ele, contra a vontade de seu pai (Nick Nolte). Incapaz de compreender as intenções de sua filha, ele teme pela segurança dela quando o seu agressor for liberado da prisão."
Sinopse: “”Return to Sender” narra a história de uma enfermeira que é brutalmente estuprada por um homem misterioso (Shiloh Fernandez). Após sua prisão, ela começa a enviar cartas para ele na prisão, mas todas são devolvidas. Determinada a confrontá-lo, ela então começa a visitá-lo regularmente na prisão e, aparentemente, faz amizade com ele, contra a vontade de seu pai (Nick Nolte). Incapaz de compreender as intenções de sua filha, ele teme pela segurança dela quando o seu agressor for liberado da prisão.”

Opiniões/Críticas: O filme tem toda uma história intrigante, muito misteriosa que me encheu de dúvidas sobre se eu estava gostando do desenrolar da história ou não. Teve momentos que fiquei com raiva da personagem principal, outros fiquei chateada com o que ela tinha que passar, entre muitos outros sentimentos. Mais uma coisa é fato: esperei até o último momento para entender tudo, pois se você se precipita e coloca na sua cabeça que algo vai acontecer… pode acabar tendo uma bela surpresa no final 😏 A atriz Rosamund tem um talento natural de confundir a gente, né?!

“Ele escolheu o endereço errado.”

Nota: nota-6

instinto
Sinopse: “Earl Brooks (Kevin Costner) é um executivo de sucesso, marido e pai exemplar, filantropo generoso. Todos o consideram um pilar em sua comunidade, mas ele esconde um grande segredo: é um serial killer. Seus crimes são conhecidos como sendo do Assassino da Impressão Digital, sendo que ninguém tem idéia de qual seja sua identidade. Apesar de estar afastado do mundo do crime há algum tempo, a compulsão de Brooks em matar volta à tona devido ao seu alter ego (William Hurt), o qual considera ser o verdadeiro assassino. Porém ao realizar mais um assassinato Brooks comete um erro, sendo notado por um fotógrafo curioso (Dane Cook), que passa a chantageá-lo. Este crime também coloca em seu encalço a detetive Tracy Atwood (Demi Moore), que está obcecada em desvendar o caso.”

Opiniões/Críticas: Sempre tive curiosidade de assistir esse filme pois a capa dele me chama atenção, traz uma certa dúvida sobre o que realmente Mr Brooks tem a esconder. Em relação as atuações: trabalho maravilhoso entre Kevin Costner e William Hurt – uma sintonia notável e brilhante (as cenas que eles riam juntos eram as melhores), já Dane Cook não combinou nada com seu personagem, não conseguiu trazer a “esquizitisse” que precisava ter para o papel. Assim como Demi Moore não combina com detetive, muito menos uma durona… ela não parecia estar confortável naquele papel e nas situações. A trama do filme é ótima, porém deixou a desejar com esses detalhes que fazem muita diferença.

“O homem que tem tudo, tem tudo a esconder.”

Nota: nota-8

  • Músicas e vídeos diversos:

Músicas favoritas do novo álbum da ~diva britânica~ Adele são: Hello e When We Were Young ❤️

Trailer que o namorado me apresentou na semana e me deixou curiosa/ansiosa e com esperança de um filme novo e legal de zumbis:

Descoberta de um canal maravilhoso para aprender e aperfeiçoar mais a língua inglesa: Londres na Latinha, onde a Melissa e seu lindo sotaque britânico explica e ensina em vídeos divertidos palavras, pronúncias, expressões, etc… É pra se apaixonar:

  • O que vocês estão assistindo e ouvindo nos últimos dias? Me contem e deixem suas indicações nos comentários! Beijos 😘 😘
you're ugly too resenha

Last Week Plays: Consumed, The Monster of Mangatiti, etc.

Olá, gente linda 😃

Assisti uns filmes bem bacanas na semana passada e não poderia deixar de passar aqui pra vocês. Vamos para a listinha:

Sinopse: "Investigação de uma mãe sobre a doença de seu filho a leva para o mundo dos alimentos geneticamente modificados."
Sinopse: “Investigação de uma mãe sobre a doença de seu filho a leva para o mundo dos alimentos geneticamente modificados.”

Opiniões/Críticas: Eu gosto muito de assistir filmes e documentários com o tema de comida em relação a prevenção do que estamos realmente comendo, vegetarianismo, veganismo, etc. Consumed trouxe um mundo diferente para mim, pois nunca tive muito conhecimento em relação a alimentos geneticamente modificados e traz uma mensagem forte e até angustiante sobre o mundo dos rótulos e de que na grande maioria das vezes não sabemos o que estamos ingerindo. No Brasil existe essa lei relacionada a rótulos de alimentos e ingredientes: “Lei de Biossegurança (11.105/2005), que estabelece, em seu artigo 40: “Os alimentos e ingredientes alimentares destinados ao consumo humano ou animal que contenham ou sejam produzidos a partir de OGM [organismos geneticamente modificados] ou derivados deverão conter informação nesse sentido em seus rótulos, conforme regulamento” – porém nem tudo funciona da maneira correta e há várias discussões e tentativas de manipulação dessa lei (para favorecer empresas, claro). Enfim, o filme é muito bom, gente, vale a pena! Está disponível na Netflix!

Nota: nota-8

filme The Monster of Mangatiti
Sinopse: “Ao 19 anos de idade Heather Walsh aceita um emprego em uma fazenda no Vale do Mangatiti, mais ela não tem idéia que o paraíso vai se tornar um pesadelo. Esta história verdadeira que se passa na Nova Zelândia fala da terrível provação de Heather.”

Opiniões/Críticas: Uma escolha sábia do meu irmão para assistir no domingo, acabou trazendo essa história real emocionante para a minha vida. Senti um sofrimento enorme ao assistir os relatos de Heather… como se a vida de uma pessoa fosse sugada e a partir daqueles acontecimentos. Não posso dizer que a decisão dela foi errada, ao aceitar um emprego em um local distante pois isso é similar a um intercâmbio, mais eu não preciso explicar as decisões da Heather pois ela estava apenas tentando viver a vida de uma maneira adulta, com novas aventuras o que é perfeitamente normal. Porém, o que acontece com ela durante alguns meses de sua vida foi devastador, quase que inacreditável. Deixei vocês na curiosidade? O filme está disponível na Netflix, vale super a pena conferir.

Nota: nota-8

sinopse Joe
Sinopse: “Joe Ransom (Nicolas Cage) é um ex presidiário que vive preso ao passado. Afundado na bebida e amargurado com a vida, ele começa a trabalhar em uma madeireira durante o dia, procurando uma vida simples. Durante seu período de trabalho, ele encontra com Gary (Tye Sheridan), um jovem de 15 anos, que procura trabalho desesperadamente para conseguir sustentar sua família, e cujo pai é alcóolatra. Joe decide proteger e cuidar do menino, oferecendo-o um trabalho.”

Opiniões/Críticas: Palmas para um filme do Nicolas Cage que não lida com coisas paranormais ou fora de qualquer contexto da nossa imaginação 👏👏👏 Não fiquem chateados, mais eu meio que detesto os filmes do Nicolas pois tem temas nonsenses extremos (que nem tem graça). Em Joe, pude notar a boa atuação dele como um cara valentão e problemático – e posso dizer que ele conseguiu uma boa performance. É impossível não criar empatia por essa história de luta e superação do jovem Gary.

Nota: nota-7

resenha yves saint laurent 2014
Sinopse: “Paris, 1957. Com apenas 21 anos, Yves Saint Laurent (Pierre Niney) é chamado para se encarregar do futuro da prestigiosa grife de alta costura fundada por Christian Dior, falecido recentemente. Depois de seu primeiro desfile triunfal, ele vai conhecer Pierre Bergé (Guillaume Gallienne) e este encontro irá abalar sua vida. Amantes e parceiros de trabalho, os dois se associam a fim de criar a grife Yves Saint Laurent. Apesar de suas obsessões e demônios interiores, Saint Laurent vai revolucionar o mundo da moda com sua abordagem moderna e iconoclasta.”

Opiniões/Críticas: Visual do filme é bacana e entrar nessa cena da moda e toda a história envolvendo um nome tão importante é legal também – pois a gente gosta das modinhas mais nem sabe como essas coisas realmente nasceram né 😅 Porém teve cenas que achei que poderiam ser descartadas por não apresentar diferença ou trazer algo necessário para nosso conhecimento. Assim como MUITOS e MUITOS artistas, músicos, atores, etc com Yves não foi muito diferente: teve distúrbios mentais e muita droga envolvida, haha.

Nota: nota-5

you're ugly too resenha
Sinopse: “Após a morte de sua mãe, Stacey (Lauren Kinsella) muda-se com seu tio Will (Aidan Gillen) para uma região remota da Irlanda. Como os dois cautelosamente começam a conhecer um ao outro, eles têm de lidar com as sombras escuras do passado. Um personagem astuto conduzido na necessidade de recuperar o equilíbrio e se libertar, contado com uma boa dose de humor irlandês.”

Opiniões/Críticas: 🇮🇪 Filme irlandês na área 🇮🇪 Pra quem está indo pra lá ou tem curiosidade de ouvir o sotaque deles esse filme é ótimo 😉 #fikdik

Como já falei algumas vezes aqui, os filmes europeus tem me surpreendido muito e positivamente. No gênero drama, os atores e atrizes de lá tem atuado de maneira minimalista e nos envolvendo em todo o enredo, fazendo com que a gente sinta algo durante a experiência de conhecer as histórias fictícias ou reais. Sem contar que eu amo os lugares filmados em qualquer lugar da Europa (porque eu sou fã da Europa e pronto, me deixa ✋).

Nota: nota-7

  • Músicas que ficaram no play/repeat 🎵

vocês já viram a quantidade de caras gatos nesse clipe novo da Britney? imperdível 💗

  • Me contem nos comentários tudo que vocês andaram “curtindo” nas últimas semanas! 

Beijo 💋

Last Week Plays: The Sixth Sense, Dreams e muito mais!

Boa tarde, pessoal 😀

Na semana passada não rolou muitos filmes, já que era semana de prova na faculdade e eu tento não assistir pra não ficar tão desconexa dos conteúdos, haha. Mais eu consigo burlar minhas próprias regras, então assisti 3 filmes que foram:

Sinopse: "O psicólogo infantil Malcolm Crowe (Bruce Willis) abraça com dedicação o caso de Cole Sear (Haley Joel Osment). O garoto, de 8 anos, tem dificuldades de entrosamento no colégio e vive paralisado de medo. Malcolm, por sua vez, busca se recuperar de um trauma sofrido anos antes, quando um de seus pacientes se suicidou na sua frente."
Sinopse: “O psicólogo infantil Malcolm Crowe (Bruce Willis) abraça com dedicação o caso de Cole Sear (Haley Joel Osment). O garoto, de 8 anos, tem dificuldades de entrosamento no colégio e vive paralisado de medo. Malcolm, por sua vez, busca se recuperar de um trauma sofrido anos antes, quando um de seus pacientes se suicidou na sua frente.”

Opiniões/Críticas: Uma das primeiras coisas que me pergunto quando assisto a filmes clássicos é: Por que não assisti antes? O Sexto Sentido sempre foi um filme que tive muita curiosidade em assistir porém o medo me impedia, haha (confesso mesmo). Para a época com certeza foi um grande marco para o gênero de suspense – e ainda é atualmente – porém temos filmes mais fortes e assustadores, então consegui assistir de boa 😉 Vale a pena deixar o medo de lado e se jogar nesse filme maravilhoso, com uma super atuação de Haley Joel Osment e do Bruce Willis.

Nota: nota 9

Sinopse: "São oito segmentos. No primeiro, “A Raposa”, uma criança é avisada pela mãe que não deveria ir à floresta quando há chuva e sol, pois é a época do acasalamento das raposas, que gostam de serem observadas, mas ele desobedece os conselhos e observa as raposas, atrás de uma árvore. Ao retornar para casa sua mãe não o deixa entrar e lhe entrega um punhal, dizendo que como ele havia contrariado a raposa ele deveria se matar, mas ela sugere algo que pode remediar a situação. Na segunda, “O Jardim dos Pessegueiros”, o irmão mais novo de uma família, ao servir chá para as irmãs, depara com uma moça que foge. Indo ao seu encalço, nota que ela é uma boneca e depara com os pessegueiros da sua casa totalmente cortados, restando só tocos. Os espíritos dos pessegueiros surgem para ele e, em uma dança melancólica, dizem que as bonecas são colocadas para enfeitar e festejar a florada dos pessegueiros, mas como eles não mais existem naquela casa não fazia sentido a presença das bonecas. Na terceira, “A Nevasca”, o líder de uma expedição, junto com seu grupo, se vê em meio a uma nevasca. Eles sucumbem a nevasca, mas repentinamente surge uma linda mulher que envolve o líder com uma echarpe prata. Ele percebe que ela é a morte, que se transforma em uma horrenda figura, então ele vê que está próximo do acampamento e tenta acordar os companheiros, mas não consegue. Ouve então, uma corneta, indicando que o acampamento está mais próximo do que imagina. No quarto, “O Túnel”, ao entrar em um túnel o capitão de um exército é surpreendido por um cão, que ladra para ele. Atravessa então o túnel em curtos passos. Na saída ouve alguém a caminhar e depara com um dos seus soldados morto em combate, que pensa não estar morto. No quinto conto, “Corvos”, um jovem pintor, ao observar as pinturas de Van Gogh, entra dentro dos quadros e se encontra com o pintor, que indaga por qual razão ele não está pintando se a paisagem é incrível, pois isto o motiva a pintar de forma frenética. No sexto conto, “Monte Fuji em Vermelho”, o Fuji entra em erupção ao mesmo tempo ocorre um incêndio em uma usina nuclear, provocado por falha humana. É desprendida no ar uma nuvem de radiação. Um homem relata ser um dos responsáveis pela tragédia e diz preferir a morte rápida de um afogamento à lenta provocada pela radiação. No sétimo, “O Demônio Chorão”, ao caminhar um viajante encontra um demônio, que lamenta ter sido um homem ganancioso e, como muitos, transformou a terra em um lastimável depósito de resíduos venenosos. No último, “Povoado dos Moinhos”, um viajante chega à um lugarejo conhecido por muitos como Povoado dos Moinhos. Lá não há energia elétrica e tampouco urbanização. Um idoso, ao ser indagado, relata que os inventos tornam as pessoas infelizes e que o importante para se ter uma boa vida é ser puro e ter água limpa."
Sinopse: “São oito segmentos. No primeiro, “A Raposa”, uma criança é avisada pela mãe que não deveria ir à floresta quando há chuva e sol, pois é a época do acasalamento das raposas, que gostam de serem observadas, mas ele desobedece os conselhos e observa as raposas, atrás de uma árvore. Ao retornar para casa sua mãe não o deixa entrar e lhe entrega um punhal, dizendo que como ele havia contrariado a raposa ele deveria se matar, mas ela sugere algo que pode remediar a situação.
Na segunda, “O Jardim dos Pessegueiros”, o irmão mais novo de uma família, ao servir chá para as irmãs, depara com uma moça que foge. Indo ao seu encalço, nota que ela é uma boneca e depara com os pessegueiros da sua casa totalmente cortados, restando só tocos. Os espíritos dos pessegueiros surgem para ele e, em uma dança melancólica, dizem que as bonecas são colocadas para enfeitar e festejar a florada dos pessegueiros, mas como eles não mais existem naquela casa não fazia sentido a presença das bonecas.
Na terceira, “A Nevasca”, o líder de uma expedição, junto com seu grupo, se vê em meio a uma nevasca. Eles sucumbem a nevasca, mas repentinamente surge uma linda mulher que envolve o líder com uma echarpe prata. Ele percebe que ela é a morte, que se transforma em uma horrenda figura, então ele vê que está próximo do acampamento e tenta acordar os companheiros, mas não consegue. Ouve então, uma corneta, indicando que o acampamento está mais próximo do que imagina.
No quarto, “O Túnel”, ao entrar em um túnel o capitão de um exército é surpreendido por um cão, que ladra para ele. Atravessa então o túnel em curtos passos. Na saída ouve alguém a caminhar e depara com um dos seus soldados morto em combate, que pensa não estar morto.
No quinto conto, “Corvos”, um jovem pintor, ao observar as pinturas de Van Gogh, entra dentro dos quadros e se encontra com o pintor, que indaga por qual razão ele não está pintando se a paisagem é incrível, pois isto o motiva a pintar de forma frenética.
No sexto conto, “Monte Fuji em Vermelho”, o Fuji entra em erupção ao mesmo tempo ocorre um incêndio em uma usina nuclear, provocado por falha humana. É desprendida no ar uma nuvem de radiação. Um homem relata ser um dos responsáveis pela tragédia e diz preferir a morte rápida de um afogamento à lenta provocada pela radiação.
No sétimo, “O Demônio Chorão”, ao caminhar um viajante encontra um demônio, que lamenta ter sido um homem ganancioso e, como muitos, transformou a terra em um lastimável depósito de resíduos venenosos.
No último, “Povoado dos Moinhos”, um viajante chega à um lugarejo conhecido por muitos como Povoado dos Moinhos. Lá não há energia elétrica e tampouco urbanização. Um idoso, ao ser indagado, relata que os inventos tornam as pessoas infelizes e que o importante para se ter uma boa vida é ser puro e ter água limpa.”

Opiniões/Críticas: Como a sinopse já se tornou auto explicativa e facilitou toda a complicada situação de expor esse filme em palavras, vamos aos meus sentimentos (que foram muitos): eu estive atrás desse filme por um longo tempo porque no site do Filmow ele tem só comentários positivos sobre a complexidade dessa obra, ai fiquei com uma curiosidade gigante! Consegui achar um link torrent do filme e legenda correta porém ao assistir me decepcionei bastante… O filme não conseguiu me tocar do jeito que foi com quase toda a população brasileira, hahaha. Viagem e conteúdo nonsense total! Acredito que para os asiáticos fez mais sentido, já que envolve bastante coisas da cultura e das crenças deles. O único conto que gostei um pouco foi o “Corvos” com as lindas paisagens das pinturas de Van Gogh.

Para ler os comentários do filme no Filmow clique aqui.

Nota: nota2 

Sinopse: "Washington, 2054. O assassinato foi banido, pois há a divisão pré-crime, um setor da polícia onde futuro é visualizado através de paranormais, os precogs, e o culpado é punido antes do crime ter sido cometido. Quando os três precogs, que só trabalham juntos e flutuam conectados em um tanque de fluido nutriente, têm uma visão, o nome da vítima aparece escrito em uma pequena esfera e em outra esfera está o nome do culpado. Também surgem imagens do crime e a hora exata em que acontecerá. Estas informações são fornecidas para um elite de policiais, que tentam descobrir onde será o assassinato, mas há um dilema: se alguém é preso antes de cometer o crime pode esta pessoa ser acusada de assassinato, pois o que motivou sua prisão nunca aconteceu? O líder da equipe de policiais é John Anderton (Tom Cruise), que perdeu o filho há seis anos atrás em virtude de um criminoso que o seqüestrou. O desaparecimento da criança o fez se viciar em drogas e ainda continua dependente, mas isto não o impede de ser o policial mais atuante na divisão pré-crime. Porém algo muda totalmente sua vida quando vê, através dos precogs, que matará um desconhecido em menos de trinta e seis horas. A confiança que Anderton tinha no sistema rapidamente se perde e John segue uma pequena pista, que pode ser a chave da sua inocência: um estranho caso que não foi solucionado e há um "relatório menor", uma documentação de um dos raros eventos no qual o que um precog viu é diferente dos outros. Mas apurar isto não é uma tarefa fácil, pois a divisão pré-crime já descobriu que John Anderton cometerá um assassinato e todos os policiais que trabalhavam com ele tentam agora capturá-lo."
Sinopse: “Washington, 2054. O assassinato foi banido, pois há a divisão pré-crime, um setor da polícia onde futuro é visualizado através de paranormais, os precogs, e o culpado é punido antes do crime ter sido cometido. Quando os três precogs, que só trabalham juntos e flutuam conectados em um tanque de fluido nutriente, têm uma visão, o nome da vítima aparece escrito em uma pequena esfera e em outra esfera está o nome do culpado. Também surgem imagens do crime e a hora exata em que acontecerá. Estas informações são fornecidas para um elite de policiais, que tentam descobrir onde será o assassinato, mas há um dilema: se alguém é preso antes de cometer o crime pode esta pessoa ser acusada de assassinato, pois o que motivou sua prisão nunca aconteceu? O líder da equipe de policiais é John Anderton (Tom Cruise), que perdeu o filho há seis anos atrás em virtude de um criminoso que o sequestrou. O desaparecimento da criança o fez se viciar em drogas e ainda continua dependente, mas isto não o impede de ser o policial mais atuante na divisão pré-crime. Porém algo muda totalmente sua vida quando vê, através dos precogs, que matará um desconhecido em menos de trinta e seis horas. A confiança que Anderton tinha no sistema rapidamente se perde e John segue uma pequena pista, que pode ser a chave da sua inocência: um estranho caso que não foi solucionado e há um “relatório menor”, uma documentação de um dos raros eventos no qual o que um precog viu é diferente dos outros. Mas apurar isto não é uma tarefa fácil, pois a divisão pré-crime já descobriu que John Anderton cometerá um assassinato e todos os policiais que trabalhavam com ele tentam agora capturá-lo.”

Opiniões/Críticas: Achei o enredo do filme me interessante e convidativo, mas peca bastante nas atuações e em algumas situações que ficaram forçadas. Não que os atores sejam ruins, eu gosto muito da maioria dos filmes e atuações do Tom Cruise, porém tem situações que acontecem no filme que não acrescentaram nada. Principalmente nas partes de mais ação, correria e tensão… ficou tudo bem boring. Poderiam ter investido mais em deixar a trama mais triste e dramática.

Nota: nota 8

  • Músicas que ficaram no play/repeat – Essa semana estava no clima de throwback time 😁 :

  • E como lidar com o fato de estar totalmente viciada no Carpool Karaoke do programa The Late Late Show with James Corden? :

Gente, Adele é uma pessoinha incrível, não é? 😍 Todos os outros “episódios” estão na sugestão desse vídeo, é só dar o play e conhecer um pouco mais dos nossos famosos queridinhos. O karaoke com a Sia é super divertido também!

  • Follow da semana no Instagram:

@_beccafrances – Estilosa com uma pitada gótica, com make/hair maravilhosos e fotos de gatíneos 😍

Sem título

 

  •  O que vocês andaram curtindo nas últimas semanas? Me contem tudo nos comentários, pessoal!

Beijoooos ❤️

Last Week Plays: The Boy Next Door, Oblivion e muito mais!

OLÁ! 😀

Só quero deixar registrado aqui que juntei a semana retrasada com a semana passada nesse resumão aqui ok ?! Não consegui conciliar o blog, mais o fato maior é que nem assisti muitos filmes nas últimas semanas, principalmente por causa da Olimpíadas que aproveitei para assistir 🙂 Porém, tem bastante filme mesmo assim, haha:

the boy next door
Sinopse: “Uma mulher divorciada (Jennifer Lopez) se envolve romanticamente com o vizinho adolescente (Ryan Guzman) e o relacionamento gera consequências inimagináveis quando o rapaz se mostra obcecado e inconsequente.”

Opiniões/críticas: Bom, vocês já devem imaginar como um filme da J-Lo de suspense deve ser né? Bem mamão com açúcar mesmo! Mais você deve se perguntar: “Nossa, se a Débora sabia que o filme dela seria assim, por que assistiu?” Eu também me pergunto isso as vezes… Mais foi aquele filme que da “hora da preguiça”: já na cama quando a gente quer assistir qualquer coisa pra esperar o sono chegar. Apenas abri o Stremio e fui no chutômetro para escolher qualquer coisa. As cenas de ação/suspense são exageradas e acontecem coisas bem nonsenses, as únicas partes legais foram mais no início da trama com o desenrolar da paixãozinha da personagem da Jennifer Lopez pelo vizinho. E só.

Nota: nota 4

oblivion
Sinopse: “Jack Harper (Tom Cruise) é um solitário técnico de equipamentos de segurança no desolado e semidestruído planeta Terra. Quando ele salva uma bela desconhecida de uma nave espacial que caiu, esse encontro deflagra uma sucessão de eventos que o fazem questionar tudo o que sabe, deixando o destino da humanidade em suas mãos.”

Opiniões/Críticas: Já fazia um bom tempo que estava curiosa em relação a esse filme, que me chamava atenção pela capa e os efeitos bacanas que usaram mais ainda assim não foi uma experiência positiva. O roteiro é fraquíssimo – comparado com o potencial que poderia ter tido. “Clichê” não seria o adjetivo para descrevê-lo mais sim “Hollywoodiano” (essa expressão existe né, pessoal?! haha)

Nota: nota 4

the usual suspects
Sinopse: “Após uma explosão no cais, a polícia contabiliza 27 corpos e há apenas duas testemunhas: um húngaro em estado crítico e um conhecido ladrão, que é portador de um defeito físico, testemunhou o ocorrido no cais e saiu completamente ileso. Quando os dois dão seus depoimentos, fica clara a participação de Keyser Soze, um húngaro misterioso e impiedoso, como o homem que foi o mentor intelectual de um golpe contra um grupo de traficantes de drogas da Argentina. O prêmio pelos sobreviventes que desapareceram foi estipulado em 91 milhões de dólares e o delegado encarregado das investigações acha que falta algo no caso, que crie um elo que possa ser possível saber quem é Keyser Soze.”

Opiniões/Críticas: Algumas explicações pessoais sobre esse filme: se você procurar por melhores filmes dos anos 90 você, com certeza, encontrará “The Usual Suspects” já que ele foi filmado com um desenrolar revolucionário para a época de lançamento. As atuações são ótimas, principalmente a de Kevin Spacey, mais gente – sério: esse não é o melhor filme dele! Eu vejo só esse tipo de comentário em relação ao filme: “Melhor atuação de Kevin da história e blábláblá”. Confesso que achei o desenrolar da trama bem entediante e o que me deixou satisfeita foi só o final já que amo filmes com plot twists 💙

Para rever essa de melhor atuação do Kevin Spacey assistam: The Life of David Gale – e depois voltamos a conversar melhor 😉

Nota: nota 7

keanu
Sinopse: “Dois amigos levam uma vida tranquila e sem grandes surpresas até que o gato de um deles é roubado. Em busca do plano perfeito para recuperar o animal, os dois decidem se passar por traficantes, membros de uma gangue de rua perigosa, embarcando em uma louca jornada atrás do gato.”

Opiniões/Críticas: Saiu um filme de gatíneo fofíneo e vocês acham que eu não assistiria? É CLARO QUE EU ASSISTI NÉ ❤️

Apesar de ser um gênero que dificilmente procuro em filmes (comédia) eu baixei esse porque sabia que eu me apaixonaria por Keanu, o gatinho de um traficante que é simplesmente um amorzinho!! E por incrível que pareça o filme é engraçado, os atores principais são ótimos e super convincentes pra esse gênero. Uma ótima dica de filme para assistir com os amigos e dar boas risadas 😁

Nota: nota 7

Sinopse: "Filme conta a história de um homem que acaba de ser libertado após quatro anos de prisão. Sua esperança de ter paz é abalada quando seu irmão mais novo é brutalmente assassinado e ele decide buscar vingança."
Sinopse: “Filme conta a história de um homem que acaba de ser libertado após quatro anos de prisão. Sua esperança de ter paz é abalada quando seu irmão mais novo é brutalmente assassinado e ele decide buscar vingança.”

Opiniões/Críticas: Como se trata de uma história de vingança não pode fugir dos princípios básicos em certas cenas, mais os destaques vão para: o meu ator favorito do coração Christian Bale ❤️ e Woody Harrelson (que também arrebenta em seus personagens). Através da grande atuação de Bale eu consegui sentir muito o drama de toda sua história pessoal e familiar, ele sempre arrasa nos dramas, sério!! O legal é que o filme não tem coisas fora da realidade que muitos do estilo “vingança” tem, tipo: lutas que o principal nunca se machuca com tiroteios e armamento de exército. E um dos produtores do filme é ninguém menos que Leonardo DiCaprio 😍

Nota: nota 8

Sinopse: "Abril de 1945. Enquanto os Aliados fazem sua incursão final na guerra pela Europa, um sargento do exército endurecido pela guerra chamado Wardaddy (Brad Pitt) é responsável pelo comando de um tanque Sherman e uma equipe com cinco homens em uma missão mortal atrás das linhas inimigas. Em menor número, com pouco armamento, e lidando com um soldado novato em seu esquadrão, Wardaddy e seus homens encaram inúmeras adversidades em suas tentativas heróicas de atacar o coração da Alemanha nazista."
Sinopse: “Abril de 1945. Enquanto os Aliados fazem sua incursão final na guerra pela Europa, um sargento do exército endurecido pela guerra chamado Wardaddy (Brad Pitt) é responsável pelo comando de um tanque Sherman e uma equipe com cinco homens em uma missão mortal atrás das linhas inimigas. Em menor número, com pouco armamento, e lidando com um soldado novato em seu esquadrão, Wardaddy e seus homens encaram inúmeras adversidades em suas tentativas heroicas de atacar o coração da Alemanha nazista.”

Opiniões/Críticas: Esse filme foi o contrário do que aconteceu com “The Usual Suspects”: gostei de todo o desenrolar da trama e decepcionou um pouco no final… Quem assistiu o filme sabe que aquilo jamais aconteceria durante a Segunda Guerra Mundial. A atuação de Brad Pitt foi a melhor entre todos – ele possui uma experiência notável para falar alemão, né?! Não curti a atuação do Logan Lerman (na realidade eu acho todas as atuações dele fraquíssimas) e eu não suporto o Jon Bernthal – ele tem um papel idiota nesse filme mais esse meu ódio por ele iniciou com The Walking Dead 😞

Nota: nota 7

  • Músicas que ficaram no play/repeat:

  • Vídeo extra: Garota imitando todos os 150 pokémons da primeira geração… Pessoal, não deixem esse vídeo morrer porque é simplesmente incrível 😀

  • Especial: Link da semana

Na semana passada um blog da minha cidade de assuntos variados como eventos, restaurantes e notícias no geral postou uma matéria sobre novos talentos e imagina quem apareceu por lá? O blog 7 Vidas Felinas ❤️❤️❤️ Quando recebi a marcação da postagem no facebook e li a matéria confesso que fiquei cheia de lágrimas nos olhos, muito emocionada mesmo! O blog nunca foi citado em um local de grande visibilidade assim e foi tudo por acaso mesmo! Vou deixar o link para vocês visitarem e conhecerem um pouco de tudo que a minha cidade tem: CLIQUE AQUI PARA LER A MATÉRIA.

  • Me contem nos comentários o que vocês assistiram e ouviram nas últimas semanas! Deixem sugestões caso tenham também! Beijoooos ❤️ 

 

 

 

 

Last Week Plays: Batman: The Killing Joke e muito mais!

Olá pessoal!

A semana que passou foi recheada de “plays” bacanas pois estive de férias do trabalho e da faculdade também… porém eu estava gripada e não tive muitas outras opções de lazer do que o combo de cobertas + filmes! Vou fazer um resumão por cima dos filmes que assisti e algumas outras coisinhas que deixei para compartilhar com vocês 😉

  • Filmes assistidos:
batman
Sinopse: “Um dia ruim. É apenas isso que separa o homem são da loucura. Pelo menos segundo o Coringa, um dos maiores e mais conhecidos vilões dos quadrinhos. E ele quer provar seu ponto de vista enlouquecendo ninguém menos que o maior aliado de seu grande inimigo: o comissário Gordon. Cabe ao Cavaleiro das Trevas impedi-lo.”

Opinião/Críticas: Assim que saiu o trailer dessa animação, eu já fiquei super ansiosa com a volta do Batman – sem ser o Ben Affleck (haha). Pelas minhas pesquisas, esse HQ é bem famoso e se destaca da história do Batman e não e por menos: a trama é muito bacana! Adorei ver a Batgirl lutando, com muita garra e sede de justiça e secretamente apaixonada por Bruce Wayne. O final deixou um certo vazio em mim, preciso admitir isso a vocês. Queria saber se no HQ acontece da mesma maneira, pois nessa adaptação ficou um pouco bizarro. (Se você que está lendo esse post já leu essa HQ deixa seu comentário e me conta se os finais de ambos são similares). No geral tive uma experiência bem positiva 🙂

Nota: nota 9

PicMonkey Image
Sinopse: “Após a conclusão de Uma Noite de Crime 2, o policial Barnes (Frank Grillo) se tornou o principal responsável pela segurança da senadora Charlene Roan (Elizabeth Mitchell). Em plena época de eleições, ela é uma das melhores posicionadas nas pesquisas, porque deseja eliminar de uma vez por todas a noite de crime. Mas seus planos não saem como esperado.”

Opinião/Críticas: Se você (assim como eu) já assistiu os outros filmes dessa trilogia porém quando viu a tradução do nome do filme para o português exclamou um grande WTF?? – estamos juntos nessa, amigo. Em um grande resumo posso dizer que adoro as máscaras que as pessoas usam na noite do expurgo e só isso. Nenhuma emoção além do que já imaginava e os mocinhos conseguiram executar seus planos do bem, como na grande maioria das vezes né. Eu curti bastante o primeiro filme mais o 2 e 3 caíram do conceito. Uma mistura de terror, ação e ficção científica de 2016.

Nota: nota 4

star
Sinopse: “O imperador está supervisionando a construção de uma nova Estrela da Morte. Enquanto isso, Luke Skywalker liberta Han Solo e Princesa Leia das mãos de Jaba, o pior bandido das galáxias. Luke só se tornará um cavaleiro jedi quando destruir Darth Vader, que ainda pretende atraí-lo para o lado negro da Força. No entanto, a luta entre os dois vai revelar um inesperado segredo.”

Opiniões/Críticas: Finalizei os filmes da saga Star Wars – agora resta assistir o novo – e posso dizer que fiquei bem feliz em investir meu tempo com essa história. Os meus preferidos são os três primeiros, da nova geração pelo motivo de que o Anakin era o meu personagem favorito… e eu gostava do jedis também. Quando assisti o 4 notei a grande diferença dos anos e da tecnologia e foi bem chocante passar por isso, pois nunca tinha acompanhado algo assim antes. Esse último filme é um tanto cansativo no decorrer da trama, pois quase não tem muitos diálogos, nem história, só tem a tentativa de entrar e destruir a nova construção da Estrela da Morte basicamente. Porém o final me deixou tão feliz, principalmente porque eu estava certa sobre os sentimentos que Darth Vader ainda possuia e que o Anakin faz uma pequena participação pra fechar com chave de ouro <3 Ano: 1983/ Gênero: Fantasia, Aventura e Ação.

Nota: nota 9

tomates
Sinopse: “Evelyn Couch (Kathy Bates) é uma dona de casa emocionalmente reprimida, que habitualmente afoga suas mágoas comendo doces. Ed (Gailard Srtain), o marido dela, quase não nota a existência de Evelyn. Toda semana eles vão visitar uma tia em um hospital, mas a parente nunca permite que Evelyn entre no seu quarto. Em uma ocasião, enquanto ela espera que Ed termine sua visita, Evelyn conhece Ninny Threadgoode (Jessica Tandy), uma debilitada, mas gentil senhora de 83 anos, que ama contar histórias. Através das semanas, ela faz relatos que estão centrados em duas jovens, Idgie (Mary Stuart Masterson) e Ruth Jamison (Mary-Louise Parker), que provocam a ira dos cidadãos menos tolerantes de Whistle Stop. Mas elas fazem um tomate frito que é conhecido como uma iguaria por todos da região. Assim, cativam até os mais hostis, como também a senhora Evelyn Couch, que ouve a história e a partir de então resolve mudar algumas coisas em sua vida.”

Opiniões/Críticas: Não sei porque demorei tanto para assistir esse filme! É uma coisa tão graciosa, que nem sei explicar 😀 A gente sabe muito bem e convive diariamente com a força poderosa e especial que são as amizades verdadeiras, aquelas que sabemos realmente que sempre vão nos apoiar, aconselhar, brigar quando necessário e fazer a nossa vida mais feliz e é sobre esse tipo de amizade que o filme “Tomates Verdes Fritos” se trata: companheirismo acima de preconceitos, problemas familiares, crenças e uma cidade com pessoas extremamente autoritárias e conservadoras.

Nota: nota 9

Sinopse: "O longa é centrado numa jovem garotinha, enviada para viver com seu pai e sua nova namorada, que acaba descobrindo sinistras criaturas que vivem embaixo das escadas na casa nova. Ela fica fascinada por elas, até que elas se provam perigosas. O pai, um autor frustrado pelas histórias da filha, não acredita nos tais monstros, nem depois que sua namorada passa a acreditar na garota."
Sinopse: “O longa é centrado numa jovem garotinha, enviada para viver com seu pai e sua nova namorada, que acaba descobrindo sinistras criaturas que vivem embaixo das escadas na casa nova. Ela fica fascinada por elas, até que elas se provam perigosas. O pai, um autor frustrado pelas histórias da filha, não acredita nos tais monstros, nem depois que sua namorada passa a acreditar na garota.”

Opiniões/Críticas: Obra do famoso autor Guillermo Del Toro traz uma mistura de fantasia e suspense, o que deixou uma grande frustração na maioria dos espectadores que assim como eu consideram que seja um terror infantil/juvenil. Como as criaturas da casa se alimentam de dentes de crianças, elas passam a aterrorizar todos pois precisam de alimento, mais o filme não consegue se tornar cativante, principalmente depois de revelada a face dos monstrinhos (que não metem medo algum). Talvez se uma criança assistir vai ficar com muito medo, pois tem umas partes que até eu me assustei, mais isso é só no início – depois torna-se cansativo e um tanto clichê.

Nota: nota 5

"Sinopse:

Opiniões/Críticas: Minha família curte muito o gênero Faroeste, então as vezes vocês vão encontrar esses filmes nas minhas resenhas, haha. Porém esse eu assisti com gosto pois conta com Christian Bale que é um dos meus atores favoritos <3 E o filme não decepcionou pois conta com uma trama cativante, que prende o espectador até o final – e chegando lá a gente tem uma surpresinha triste, mais tudo bem. Atuações muito boas e um cenário western clássico, Os Indomáveis fizeram meu domingo mais feliz 🙂

Nota: nota 8

  • Músicas que ficaram no play/repeat:

Vídeo extra com essa garota em imitações de 15 cantoras diferentes e ela arrebenta! Sério, assistam e vocês vão se surpreender, assim como eu:

  • Vou finalizar o post por aqui, que já ficou bem extenso né? Mais Débora, ninguém mandou você dar uma de louca e assistir tanto filme né queridinha, hahaha. O que vocês andam assistindo/escutando/lendo? Me contem nos comentários e se tiverem filmes para indicar manda também 😀

Beijão!