Arquivo da tag: filmes

Last Week Plays: The Boy Next Door, Oblivion e muito mais!

OLÁ! 😀

Só quero deixar registrado aqui que juntei a semana retrasada com a semana passada nesse resumão aqui ok ?! Não consegui conciliar o blog, mais o fato maior é que nem assisti muitos filmes nas últimas semanas, principalmente por causa da Olimpíadas que aproveitei para assistir 🙂 Porém, tem bastante filme mesmo assim, haha:

the boy next door
Sinopse: “Uma mulher divorciada (Jennifer Lopez) se envolve romanticamente com o vizinho adolescente (Ryan Guzman) e o relacionamento gera consequências inimagináveis quando o rapaz se mostra obcecado e inconsequente.”

Opiniões/críticas: Bom, vocês já devem imaginar como um filme da J-Lo de suspense deve ser né? Bem mamão com açúcar mesmo! Mais você deve se perguntar: “Nossa, se a Débora sabia que o filme dela seria assim, por que assistiu?” Eu também me pergunto isso as vezes… Mais foi aquele filme que da “hora da preguiça”: já na cama quando a gente quer assistir qualquer coisa pra esperar o sono chegar. Apenas abri o Stremio e fui no chutômetro para escolher qualquer coisa. As cenas de ação/suspense são exageradas e acontecem coisas bem nonsenses, as únicas partes legais foram mais no início da trama com o desenrolar da paixãozinha da personagem da Jennifer Lopez pelo vizinho. E só.

Nota: nota 4

oblivion
Sinopse: “Jack Harper (Tom Cruise) é um solitário técnico de equipamentos de segurança no desolado e semidestruído planeta Terra. Quando ele salva uma bela desconhecida de uma nave espacial que caiu, esse encontro deflagra uma sucessão de eventos que o fazem questionar tudo o que sabe, deixando o destino da humanidade em suas mãos.”

Opiniões/Críticas: Já fazia um bom tempo que estava curiosa em relação a esse filme, que me chamava atenção pela capa e os efeitos bacanas que usaram mais ainda assim não foi uma experiência positiva. O roteiro é fraquíssimo – comparado com o potencial que poderia ter tido. “Clichê” não seria o adjetivo para descrevê-lo mais sim “Hollywoodiano” (essa expressão existe né, pessoal?! haha)

Nota: nota 4

the usual suspects
Sinopse: “Após uma explosão no cais, a polícia contabiliza 27 corpos e há apenas duas testemunhas: um húngaro em estado crítico e um conhecido ladrão, que é portador de um defeito físico, testemunhou o ocorrido no cais e saiu completamente ileso. Quando os dois dão seus depoimentos, fica clara a participação de Keyser Soze, um húngaro misterioso e impiedoso, como o homem que foi o mentor intelectual de um golpe contra um grupo de traficantes de drogas da Argentina. O prêmio pelos sobreviventes que desapareceram foi estipulado em 91 milhões de dólares e o delegado encarregado das investigações acha que falta algo no caso, que crie um elo que possa ser possível saber quem é Keyser Soze.”

Opiniões/Críticas: Algumas explicações pessoais sobre esse filme: se você procurar por melhores filmes dos anos 90 você, com certeza, encontrará “The Usual Suspects” já que ele foi filmado com um desenrolar revolucionário para a época de lançamento. As atuações são ótimas, principalmente a de Kevin Spacey, mais gente – sério: esse não é o melhor filme dele! Eu vejo só esse tipo de comentário em relação ao filme: “Melhor atuação de Kevin da história e blábláblá”. Confesso que achei o desenrolar da trama bem entediante e o que me deixou satisfeita foi só o final já que amo filmes com plot twists 💙

Para rever essa de melhor atuação do Kevin Spacey assistam: The Life of David Gale – e depois voltamos a conversar melhor 😉

Nota: nota 7

keanu
Sinopse: “Dois amigos levam uma vida tranquila e sem grandes surpresas até que o gato de um deles é roubado. Em busca do plano perfeito para recuperar o animal, os dois decidem se passar por traficantes, membros de uma gangue de rua perigosa, embarcando em uma louca jornada atrás do gato.”

Opiniões/Críticas: Saiu um filme de gatíneo fofíneo e vocês acham que eu não assistiria? É CLARO QUE EU ASSISTI NÉ ❤️

Apesar de ser um gênero que dificilmente procuro em filmes (comédia) eu baixei esse porque sabia que eu me apaixonaria por Keanu, o gatinho de um traficante que é simplesmente um amorzinho!! E por incrível que pareça o filme é engraçado, os atores principais são ótimos e super convincentes pra esse gênero. Uma ótima dica de filme para assistir com os amigos e dar boas risadas 😁

Nota: nota 7

Sinopse: "Filme conta a história de um homem que acaba de ser libertado após quatro anos de prisão. Sua esperança de ter paz é abalada quando seu irmão mais novo é brutalmente assassinado e ele decide buscar vingança."
Sinopse: “Filme conta a história de um homem que acaba de ser libertado após quatro anos de prisão. Sua esperança de ter paz é abalada quando seu irmão mais novo é brutalmente assassinado e ele decide buscar vingança.”

Opiniões/Críticas: Como se trata de uma história de vingança não pode fugir dos princípios básicos em certas cenas, mais os destaques vão para: o meu ator favorito do coração Christian Bale ❤️ e Woody Harrelson (que também arrebenta em seus personagens). Através da grande atuação de Bale eu consegui sentir muito o drama de toda sua história pessoal e familiar, ele sempre arrasa nos dramas, sério!! O legal é que o filme não tem coisas fora da realidade que muitos do estilo “vingança” tem, tipo: lutas que o principal nunca se machuca com tiroteios e armamento de exército. E um dos produtores do filme é ninguém menos que Leonardo DiCaprio 😍

Nota: nota 8

Sinopse: "Abril de 1945. Enquanto os Aliados fazem sua incursão final na guerra pela Europa, um sargento do exército endurecido pela guerra chamado Wardaddy (Brad Pitt) é responsável pelo comando de um tanque Sherman e uma equipe com cinco homens em uma missão mortal atrás das linhas inimigas. Em menor número, com pouco armamento, e lidando com um soldado novato em seu esquadrão, Wardaddy e seus homens encaram inúmeras adversidades em suas tentativas heróicas de atacar o coração da Alemanha nazista."
Sinopse: “Abril de 1945. Enquanto os Aliados fazem sua incursão final na guerra pela Europa, um sargento do exército endurecido pela guerra chamado Wardaddy (Brad Pitt) é responsável pelo comando de um tanque Sherman e uma equipe com cinco homens em uma missão mortal atrás das linhas inimigas. Em menor número, com pouco armamento, e lidando com um soldado novato em seu esquadrão, Wardaddy e seus homens encaram inúmeras adversidades em suas tentativas heroicas de atacar o coração da Alemanha nazista.”

Opiniões/Críticas: Esse filme foi o contrário do que aconteceu com “The Usual Suspects”: gostei de todo o desenrolar da trama e decepcionou um pouco no final… Quem assistiu o filme sabe que aquilo jamais aconteceria durante a Segunda Guerra Mundial. A atuação de Brad Pitt foi a melhor entre todos – ele possui uma experiência notável para falar alemão, né?! Não curti a atuação do Logan Lerman (na realidade eu acho todas as atuações dele fraquíssimas) e eu não suporto o Jon Bernthal – ele tem um papel idiota nesse filme mais esse meu ódio por ele iniciou com The Walking Dead 😞

Nota: nota 7

  • Músicas que ficaram no play/repeat:

  • Vídeo extra: Garota imitando todos os 150 pokémons da primeira geração… Pessoal, não deixem esse vídeo morrer porque é simplesmente incrível 😀

  • Especial: Link da semana

Na semana passada um blog da minha cidade de assuntos variados como eventos, restaurantes e notícias no geral postou uma matéria sobre novos talentos e imagina quem apareceu por lá? O blog 7 Vidas Felinas ❤️❤️❤️ Quando recebi a marcação da postagem no facebook e li a matéria confesso que fiquei cheia de lágrimas nos olhos, muito emocionada mesmo! O blog nunca foi citado em um local de grande visibilidade assim e foi tudo por acaso mesmo! Vou deixar o link para vocês visitarem e conhecerem um pouco de tudo que a minha cidade tem: CLIQUE AQUI PARA LER A MATÉRIA.

  • Me contem nos comentários o que vocês assistiram e ouviram nas últimas semanas! Deixem sugestões caso tenham também! Beijoooos ❤️ 

 

 

 

 

Last Week Plays: Batman: The Killing Joke e muito mais!

Olá pessoal!

A semana que passou foi recheada de “plays” bacanas pois estive de férias do trabalho e da faculdade também… porém eu estava gripada e não tive muitas outras opções de lazer do que o combo de cobertas + filmes! Vou fazer um resumão por cima dos filmes que assisti e algumas outras coisinhas que deixei para compartilhar com vocês 😉

  • Filmes assistidos:
batman
Sinopse: “Um dia ruim. É apenas isso que separa o homem são da loucura. Pelo menos segundo o Coringa, um dos maiores e mais conhecidos vilões dos quadrinhos. E ele quer provar seu ponto de vista enlouquecendo ninguém menos que o maior aliado de seu grande inimigo: o comissário Gordon. Cabe ao Cavaleiro das Trevas impedi-lo.”

Opinião/Críticas: Assim que saiu o trailer dessa animação, eu já fiquei super ansiosa com a volta do Batman – sem ser o Ben Affleck (haha). Pelas minhas pesquisas, esse HQ é bem famoso e se destaca da história do Batman e não e por menos: a trama é muito bacana! Adorei ver a Batgirl lutando, com muita garra e sede de justiça e secretamente apaixonada por Bruce Wayne. O final deixou um certo vazio em mim, preciso admitir isso a vocês. Queria saber se no HQ acontece da mesma maneira, pois nessa adaptação ficou um pouco bizarro. (Se você que está lendo esse post já leu essa HQ deixa seu comentário e me conta se os finais de ambos são similares). No geral tive uma experiência bem positiva 🙂

Nota: nota 9

PicMonkey Image
Sinopse: “Após a conclusão de Uma Noite de Crime 2, o policial Barnes (Frank Grillo) se tornou o principal responsável pela segurança da senadora Charlene Roan (Elizabeth Mitchell). Em plena época de eleições, ela é uma das melhores posicionadas nas pesquisas, porque deseja eliminar de uma vez por todas a noite de crime. Mas seus planos não saem como esperado.”

Opinião/Críticas: Se você (assim como eu) já assistiu os outros filmes dessa trilogia porém quando viu a tradução do nome do filme para o português exclamou um grande WTF?? – estamos juntos nessa, amigo. Em um grande resumo posso dizer que adoro as máscaras que as pessoas usam na noite do expurgo e só isso. Nenhuma emoção além do que já imaginava e os mocinhos conseguiram executar seus planos do bem, como na grande maioria das vezes né. Eu curti bastante o primeiro filme mais o 2 e 3 caíram do conceito. Uma mistura de terror, ação e ficção científica de 2016.

Nota: nota 4

star
Sinopse: “O imperador está supervisionando a construção de uma nova Estrela da Morte. Enquanto isso, Luke Skywalker liberta Han Solo e Princesa Leia das mãos de Jaba, o pior bandido das galáxias. Luke só se tornará um cavaleiro jedi quando destruir Darth Vader, que ainda pretende atraí-lo para o lado negro da Força. No entanto, a luta entre os dois vai revelar um inesperado segredo.”

Opiniões/Críticas: Finalizei os filmes da saga Star Wars – agora resta assistir o novo – e posso dizer que fiquei bem feliz em investir meu tempo com essa história. Os meus preferidos são os três primeiros, da nova geração pelo motivo de que o Anakin era o meu personagem favorito… e eu gostava do jedis também. Quando assisti o 4 notei a grande diferença dos anos e da tecnologia e foi bem chocante passar por isso, pois nunca tinha acompanhado algo assim antes. Esse último filme é um tanto cansativo no decorrer da trama, pois quase não tem muitos diálogos, nem história, só tem a tentativa de entrar e destruir a nova construção da Estrela da Morte basicamente. Porém o final me deixou tão feliz, principalmente porque eu estava certa sobre os sentimentos que Darth Vader ainda possuia e que o Anakin faz uma pequena participação pra fechar com chave de ouro <3 Ano: 1983/ Gênero: Fantasia, Aventura e Ação.

Nota: nota 9

tomates
Sinopse: “Evelyn Couch (Kathy Bates) é uma dona de casa emocionalmente reprimida, que habitualmente afoga suas mágoas comendo doces. Ed (Gailard Srtain), o marido dela, quase não nota a existência de Evelyn. Toda semana eles vão visitar uma tia em um hospital, mas a parente nunca permite que Evelyn entre no seu quarto. Em uma ocasião, enquanto ela espera que Ed termine sua visita, Evelyn conhece Ninny Threadgoode (Jessica Tandy), uma debilitada, mas gentil senhora de 83 anos, que ama contar histórias. Através das semanas, ela faz relatos que estão centrados em duas jovens, Idgie (Mary Stuart Masterson) e Ruth Jamison (Mary-Louise Parker), que provocam a ira dos cidadãos menos tolerantes de Whistle Stop. Mas elas fazem um tomate frito que é conhecido como uma iguaria por todos da região. Assim, cativam até os mais hostis, como também a senhora Evelyn Couch, que ouve a história e a partir de então resolve mudar algumas coisas em sua vida.”

Opiniões/Críticas: Não sei porque demorei tanto para assistir esse filme! É uma coisa tão graciosa, que nem sei explicar 😀 A gente sabe muito bem e convive diariamente com a força poderosa e especial que são as amizades verdadeiras, aquelas que sabemos realmente que sempre vão nos apoiar, aconselhar, brigar quando necessário e fazer a nossa vida mais feliz e é sobre esse tipo de amizade que o filme “Tomates Verdes Fritos” se trata: companheirismo acima de preconceitos, problemas familiares, crenças e uma cidade com pessoas extremamente autoritárias e conservadoras.

Nota: nota 9

Sinopse: "O longa é centrado numa jovem garotinha, enviada para viver com seu pai e sua nova namorada, que acaba descobrindo sinistras criaturas que vivem embaixo das escadas na casa nova. Ela fica fascinada por elas, até que elas se provam perigosas. O pai, um autor frustrado pelas histórias da filha, não acredita nos tais monstros, nem depois que sua namorada passa a acreditar na garota."
Sinopse: “O longa é centrado numa jovem garotinha, enviada para viver com seu pai e sua nova namorada, que acaba descobrindo sinistras criaturas que vivem embaixo das escadas na casa nova. Ela fica fascinada por elas, até que elas se provam perigosas. O pai, um autor frustrado pelas histórias da filha, não acredita nos tais monstros, nem depois que sua namorada passa a acreditar na garota.”

Opiniões/Críticas: Obra do famoso autor Guillermo Del Toro traz uma mistura de fantasia e suspense, o que deixou uma grande frustração na maioria dos espectadores que assim como eu consideram que seja um terror infantil/juvenil. Como as criaturas da casa se alimentam de dentes de crianças, elas passam a aterrorizar todos pois precisam de alimento, mais o filme não consegue se tornar cativante, principalmente depois de revelada a face dos monstrinhos (que não metem medo algum). Talvez se uma criança assistir vai ficar com muito medo, pois tem umas partes que até eu me assustei, mais isso é só no início – depois torna-se cansativo e um tanto clichê.

Nota: nota 5

"Sinopse:

Opiniões/Críticas: Minha família curte muito o gênero Faroeste, então as vezes vocês vão encontrar esses filmes nas minhas resenhas, haha. Porém esse eu assisti com gosto pois conta com Christian Bale que é um dos meus atores favoritos <3 E o filme não decepcionou pois conta com uma trama cativante, que prende o espectador até o final – e chegando lá a gente tem uma surpresinha triste, mais tudo bem. Atuações muito boas e um cenário western clássico, Os Indomáveis fizeram meu domingo mais feliz 🙂

Nota: nota 8

  • Músicas que ficaram no play/repeat:

Vídeo extra com essa garota em imitações de 15 cantoras diferentes e ela arrebenta! Sério, assistam e vocês vão se surpreender, assim como eu:

  • Vou finalizar o post por aqui, que já ficou bem extenso né? Mais Débora, ninguém mandou você dar uma de louca e assistir tanto filme né queridinha, hahaha. O que vocês andam assistindo/escutando/lendo? Me contem nos comentários e se tiverem filmes para indicar manda também 😀

Beijão!

Last Week Plays: It’s A Wonderful Life, High-Rise, +

Olá pessoal!

Primeiramente uma pequena explicação para esse post: o intuito é toda segunda-feira (ou no máximo terça) postar resenhas objetivas (aka não enroladas) das últimas coisas que assisti/ouvi/conheci na semana anterior. Aqui vai ter de tudo um pouco: filmes, séries, músicas, livros, vídeos, documentários, links aleatórios… Enfim, vai ter conteúdo bacana semanal pra gente interagir, sendo pra vocês conhecerem e acompanharem o que assisto, indicações, bate papo nos comentários e por aí vai 🙂

Então o “Last Week Plays” que nesse contexto significa os plays da semana passada vai ter entretenimento geral! 😀

  • Últimos filmes:
felicidade não se compra
Sinopse: “Em Bedford Falls, no Natal, George Bailey (James Stewart), que sempre ajudou a todos, pensa em se suicidar saltando de uma ponte em razão das maquinações de Henry Potter (Lionel Barrymore), o homem mais rico da região. Mas tantas pessoas oram por ele que Clarence (Henry Travers), um anjo que espera há 220 anos para ganhar assas, é mandado à Terra para tentar fazer George mudar de ideia, demonstrando sua importância através de flashbacks.”

Opinião/Críticas: Como estou tentando conhecer mais da história do cinema no geral, estou assistindo a filmes antigos, considerados clássicos obrigatórios para cinéfilos. Mais não faço isso pra passar imagem nem nada, faço porque sei das obras incríveis escondidas por trás de tantos anos e mesmisses atuais. Achei no geral que “It’s A Wonderful Life” é bem sincero e tocante, sensível até para quem se emociona facilmente. Pode parecer uma história boba e simples porém com uma tremenda importância e carregadas de sábios ensinamentos. O gênero é drama do ano de 1946.

Nota: nota 8

igh rise
Sinopse: “O longa adaptará o livro futurista de J. G. Ballard publicado em 1975, sobre uma sociedade estruturada numa torre gigantesca, projetada para isolar seus moradores do mundo exterior. Porém, o que era para ser o local perfeito para viver, uma guerra entre classes acontece, recriando um novo mundo governado pelas leis da selva.”

Opinião/Críticas: O filme em si é baseado em metáforas e filosofias de como os seres humanos reagiriam e sobreviveriam através de seus instintos, ou como diz na sinopse: pelas leis da selva. Os mais fortes e ricos sempre vão dominar pois mesmo na selva há os dominantes e isso já foi algo que não me cativou. Como eu sou uma pessoa que tenta sempre pensar pelo lado de fora da caixa (imaginária) eu iria recorrer a muitos outros recursos, não somente a sexo, drogas e luxuária que é simplesmente o que as pessoas fazem nos momentos de desespero do filme. O que posso dizer é que ele tenta passar uma forte crítica social, trazer o realismo para a tela… porém, não me convenceu. O gênero é drama do ano de 2016.

Nota: nota 4

PicMonkey Image
Sinopse: “Eilis, uma jovem mulher, se muda de uma pequena cidade da Irlanda para o Brooklin em Nova Yorque, lugar no qual ela se esforça para construir uma nova vida, encontrar trabalho e seu primeiro amor no processo. Quando uma tragédia familiar a leva de volta à Irlanda, ela vive um dilema terrível: uma escolha de partir o coração entre dois homens e dois países.”

Opiniões/Críticas: Com uma fotografia belíssima, o alto da moda dos anos 50, delicadeza do primeiro amor e uma pitada da simpatia irlandesa, faz desse filme uma graça para nossos olhos. Nós todas já fomos ou ainda teremos algo da Eilis, eu por exemplo me vi no lugar dela, quando ela se mudou pra tão longe e chorava sempre que ouvia notícias da família, o famoso “homesick” que pega muitos que deixam seu país. E notei que Eilis queria de todo coração alcançar seus sonhos, família e ter uma vida completa e feliz mesmo que pra isso ela tenha que dar as costas para o que poderia acontecer na Irlanda, ficando com sua mãe e se tornando algo que ela não queria. Mais quero dizer também que a química entre a atriz Saoirse Ronan (Eilis) e Domhnall Gleeson (Jim) funcionou muito bem, melhor até que com Tony (Emory Cohen).

Nota: nota 8

  • Músicas que ficaram no play/repeat:

  • Me contem o que vocês andam assistindo e ouvindo! Quem sabe rola umas indicações também… vamos usar os comentários do blog e participar das próximas postagens, pessoal 🙂 Aguardo vocês!

Beijos <3

 

Dicas de Filmes Alemães.

Olá, olá 😀

Primeiramente, vamos iniciar o post comemorando a vinda do frio: UHUUUL! E foi através desse clima maravilhoso que veio a inspiração do post, que faz a gente querer sim ficar no ócio, de pijama, cheio de cobertas, comidas delícias e o mais importante: assistindo filmes <3 Confesso que estou numa vibe de filmes europeus, sério, todos que estou assistindo estão fazendo valer a pena o play, e como alguns deles são da Alemanha eu decidi passar algumas dicas aqui, pra você que está afim de assistir algo diferente desse país em particular e em gêneros variados 🙂

  • Er Ist Wieder Da – Ele Está de Volta (2015)
376155
Sinopse: Adolf Hitler desperta no mesmo local em que ficava seu bunker há 70 anos, mas vira um fenômeno da mídia ao ser confundido com um comediante.

Filme de comédia alemão? Sim! E esse rendeu risadas, principalmente nos momentos em que Adolf começa a conhecer e ter real contato com a nossa tecnologia – tv, computador, internet, youtube – porém ele jamais consegue apagar o seu eu do passado. Ele ainda continua com a vontade de querer ganhar a guerra, se tornar o líder supremo e conquistar o mundo mais nos dias atuais as cinzas de tudo que ele fez ainda estão presentes na mente das pessoas.

  • Under Sandet – Terra de Minas (2015)
undersandetposter1
Sinopse: “Um grupo de jovens prisioneiros de guerra alemães são feitos os inimigos de uma nação, onde agora são obrigados a cavar 2 milhões de minas terrestres com as próprias mãos.”

Já quero adiantar aqui que a nacionalidade desse filme é metade alemã, metade dinamarquesa mais nem por isso quis deixar de colocá-lo nessa lista pois foi um filme que me tocou com uma história sensível, dramática e cheia de belas atuações. A situação da guerra, mesmo durante ou depois, sempre é tocante em filmes e nesse não foi diferente: garotos tendo seus braços destroçados, chamando por suas mães no meio de uma praia infestada de minas terrestres. Pra gente parar e refletir que tem todo tipo de “trabalho” nesse mundo né 🙁

  • Die Welle – A Onda (2008)
Sinopse: "Rainer Wegner, professor do ensino médio, deve ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desinteresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Wegner se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema - força pela disciplina - e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Baseado em uma história real ocorrida na Califórnia em 1967."
Sinopse: “Rainer Wegner, professor do ensino médio, deve ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desinteresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Wegner se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema – força pela disciplina – e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Baseado em uma história real ocorrida na Califórnia em 1967.”

Não seria indicação de filme alemão se faltasse A Onda, não é? Esse filme faz a gente passar por um mix de sentimentos, e no meu ponto de vista fez com que parasse pra pensar em como nós realmente somos influenciados a tanto na vida. Seja através dos nossos parentes, meios de comunicação, pessoas que nem conhecemos… A gente vive muito a partir da influência dos outros, não é? E quando essa influência te leva para um lado mais obscuro, te faz perder tanto da sua própria identidade, muitas vezes não tem retorno. É uma ótima pedida de filme para sala de aula, em séries que estão estudando esses assuntos em História, vai fazer todo mundo se colocar no lugar daqueles alunos.

Essas são minhas 3 indicações… E pra quem está estudando alemão e está querendo começar a ter mais certeza de pronúncias, palavras diferentes, algo que vá além dos livros a dica é: estudar através de filmes 😉

Estou pensando em fazer outras indicações, trazendo filmes de outros países e línguas… Comentem o que vocês acham desse tipo de post, pessoal!

Beijooos!

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Projeto 24 filmes > Diana

Olá pessoal 😀

Tirei março para iniciar minha participação no projeto 24 filmes lá do grupo blogs que interagem. São 24 filmes no total, sendo postado dois filmes dos variados temas cada mês e minha ideia é: postar um no início do mês e outro mais para o final só pra intercalar um pouco os assuntos por aqui 😉

O primeiro tema escolhido é Biográfico e a partir desse tema quero compartilhar então a minha experiência ao assistir Diana.

diana_ver2_xlg

Ano: 2013  Direção: Oliver Hirschbiegel Gênero: Biografia, Drama

Sinopse: “Prestes a se divorciar de Charles, a princesa Diana (Naomi Watts) divide seu tempo entre a solidão da vida no palácio em que vive e os compromissos que possui com diversas entidades beneficentes. Um dia, ao saber que um amigo foi operado as pressas, ela vai até o hospital em que está internado e lá conhece o doutor Hasnat Khan (Naveen Andrews). Diana logo fica encantada pelo fato dele não a tratar como uma princesa, apesar de saber quem ela é. Não demora muito para que iniciem um relacionamento, mantido as escondidas devido o desejo de Hasnat em ter uma vida reservada.

Sobre a morte da princesa Diana já ter sido comentada em alguns filmes isso é verdade, porém esse é um filme íntimo e sensível, com o roteiro baseado no livro escrito por Stephen Jeffreys: Diana – Her Last Love. Um dos sentimentos que mais veio a tona ao assistir foi a vontade de Diana de mostrar ser alguém diferente, alguém que decidiu acabar com o casamento com um príncipe e dizer chega as traições, pois ela realmente tinha esse direito. Nós escutamos falar muito de ações que a realeza ou mesmo pessoas famosas e influentes participam, mais são poucas as que vemos com “a mão na massa”, no meio do povo e lutando por melhores condições de vida ao redor do mundo.

diana02

Quanto ao relacionamento de Diana com Hasnat cheio de idas, vindas, paparazzis, discussões, sonhos… O futuro do que eles criaram já estava escrito: não havia espaço para alguém querendo uma vida reservada, sem holofotes na vida de uma princesa que participava tão ativamente em tantos projetos culturais, viagens e que tentava mudar um pouco do mundo com a fama que ela conseguirá através da família real. Porém nem só de boa fama vivia a família real, pois Diana não foi aceita pela família paquistanesa de Hasnat em sua visita ao país e a casa deles.

O filme também mostra o desenrolar de outro relacionamento famoso de Diana com o egípcio Dodi Al-Fayed e de como houve muito tumulto, jogadas de publicidade e uma Diana um tanto indiferente nesse tempo.

A atuação de Naomi foi linda, desde o figurino, cabelo, super sotaque (lindo) até o jeito que ela pousava para fotos ficou digno de princesa. O cabelo da Naomi também fez ela ficar ainda mais parecida, com a cor loira que combina com ela e o corte que ficou com ótimo “caimento” 😉

Aqui vai a lista dos temas do projeto para quem tem interesse em participar também e para vocês que me acompanham por aqui já ficarem por dentro dos futuros posts:

projeto 24 filmes

Se você já assistiu ao filme Diana me conta qual foi sua experiência nos comentários. E deixem sugestões de filmes, caso tenham algum em mente, com os temas do projeto! Vou adorar seguir as dicas de vocês 😀

Beijooo!

 

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.