Série finalizada: The Killing.

Olá.

Hoje quero falar um pouco pra vocês sobre a última série que assisti: The Killing! 😀

poster-the-killing-season-4

The Killing é uma série americana baseada no seriado dinamarquês Forbrydelsen. O foco são os casos de assassinatos na cidade de Seattle, que vão parar diretamente para a dupla de detetives de homicídios: Linden e Holder. O primeiro episódio conta como o último dia de Linden trabalhando como detetive, porém eles encontram o corpo da adolescente Rosie Larsen, que foi morta de forma trágica e isso mexe muito com Linden, sempre mexeu… Acho que isso é uma das coisas que me faz gostar dela: ela mostra através de toda a série como nós nascemos para ser algo na vida, e aquilo muitas vezes já está predestinado. A Linden sempre quis parar de trabalhar na polícia, parar de se envolver com a perda e tristeza de todas as famílias e de querer encontrar a resposta, mesmo que pra isso ela tenha que desistir de casamento, criar seu filho e de ter uma vida “normal”. Porém, ela não desiste.

the-killing-the-killing-30157675-1600-1200

Holder no primeiro episódio acaba sendo promovido como detetive porém no início sua parceira fica com muitas dúvidas, principalmente em relação ao passado dele (ele era viciado em metanfetamina e isso prejudicou a vida dele por muitos anos), mais ele também jamais desistiu de se tornar um bom detetive. Ele é super irônico e tem sempre umas jogadas divertidas nas conversas… O que torna essa dupla de detetives muito cativante, essa diferença tão grande de estilo e personalidade.

Posso dizer sem dúvida que minhas temporadas favoritas foram a primeira e a terceira. A primeira chama muito atenção por todo o envolvimento familiar e em como é difícil simplesmente seguir em frente. E também nos faz entender a grande dificuldade que é envolver pessoas famosas, muito conhecidas e como mostra na série no círculo político, em qualquer caso policial que seja. Porém, a verdade sempre será dita e sempre prevalecerá. A história de Rosie Larsen é muito parecida com a de várias adolescentes, que aos olhos dos pais e familiares, levam uma vida normal para sua idade. Mais muitas vezes a sua vida, pacata e modesta, não é o suficiente… Nós temos a sensação de querer tudo, querer o mundo.

The-Killing

Na terceira temporada, quando já estava totalmente viciada na série, fez com que eu tivesse que assistir no mínimo 3 episódios por dia, porque eu simplesmente não aguentava o mistério, haha! E acompanhava tanto o dia a dia dos detetives como o de um detento que estava nos últimos dias de sua vida na prisão. E quando chega a hora da descoberta do serial killer dessa temporada a gente fica tipo: WHAAAAAT?

killing_Holder_Linden_4_TK3_935x658

Outros motivos pelos quais gostei da série:

  • Poder feminino
  • Chuva e muito frio durante todas as temporadas
  • Paisagens depressivas (porém lindas <3)
  • Pessoas que realmente se amam mais não ficam se abraçando e gritando o amor pra todo mundo ouvir
  • Ser mãe e a grande expectativa X realidade

Para minha tristeza a série foi cancelada duas vezes pela emissora AMC até que a Netflix a ressuscitou e deu continuidade até seu término na quarta temporada com apenas 6 episódios. A série está toda disponível na netflix, então fica aqui a minha dica 🙂

E se alguém já assistiu ao seriado comenta sobre o que achou! Vamos interagir e nos conhecer mais, pessoal ;D

Beijos!

 

 

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 24 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Comments

4 comentários sobre “Série finalizada: The Killing.

  1. The Killing é genial! Todos os pontos que tu falou na sua resenha são super pertinentes e ainda tem muito mais. Amo demais essa série, mas não me atrevo a escrever sobre porque ia falar tanto que nunca ia parar. Esse negócio de retratar o que os pais pensam dos filhos e o que os filhos querem do mundo é muito real. A história principal mexeu muito comigo. Gostei muito de todas as temporadas, mas em especial a primeira e a terceira também. A terceira foi absurda por causa do tema! E principalmente porque o final do plot principal foi bem intenso e obscuro, nenhum pouco feliz. Me arrepiei demais! O final me deixou chorando que nem uma retardada. “Home was us” ai ai, nem sei o que falar, me emociono demais! Adorei a resenha. Beijao!

    1. Eu não iria fazer um post, mais sim um vídeo pra falar bastante, explicar bem da história (quem saiba eu ainda faça). E sim, a terceira teve o tema mais obscuro mesmo 🙁
      Bom encontrar alguém que gostou da série assim como eu <3 Obrigada por comentar. beijo

  2. Eu amo The Killing <3 <3 <3. Só não gosto muito da 4° temporada, porque tenho a impressão de que foi feita bem "nas coxas", só pra finalizar mesmo, sabe? Mas as outras são incríveis, especialmente a 1°. Lembro que assisti o primeiro episódio acaso, porque não tinha nada pra fazer e amei de tal forma que acabei assistindo a temporada inteira direto, sem dormir, HAHAHAHAAH.

    Eu amo o Holder, mas a Linden é a minha personagem favorita. Ela é muito forte! Enfrenta todo tipo de situação, sofre demais, mas segura o mundo em suas mãos, por causa das pessoas que dependem dela. Uma das melhores personagens que já conheci <3.

    O cenário é muito bonito e as tomadas são muito bem feitas. Não tem como não amar esta série <3.

    Beijo!

    1. Sim, e a história da quarta temporada me deixou até com um pouco de raiva sabe, com os personagens e tudo mais.. Mais quando é cancelada assim acho que o que eles querem é algo rápido mesmo, pra finalizar.
      Somos team holder e linden, definitivamente, pensamos igual 😀
      Adorei seu comentário, Paty, beijoo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *