Arquivos da categoria: Tags

Tag: Netflix.

Olá… A louca das tags ataca novamente 😀

Quem não ama Netflix, certo? Até quem não curte assistir filmes todos os dias, fazer maratona de série, tem uma conta no Netflix para quando sentir vontade de acompanhar algo estar disponível, através de um preço muito mais acessível do que qualquer tv a cabo.

People are increasingly watching movies and shows through subscribing services like Netflix and Hulu Plus.

Através do blog Bianca e os Balões achei essa tag com 8 perguntinhas relacionadas a séries e filmes… Então, bora começar 🙂

1. Quais são seus seriados favoritos para assistir no Netflix?

Dexter, Family Guy, Adventure Time (eu sei que esse se encaixa mais em desenho animada, porém tem episódios e temporadas assim como uma série), The Vampire Diaries, Lost, The Walking Dead… Pena que alguma delas ainda vai demorar pra estar totalmente atualizada.

2. Qual foi o último filme ou seriado assistido no Netflix? O que achou?

Seriado foi: The Killing e eu amei! Sério, foi uma pena ter sido finalizada tão cedo… Logo mais vou resenhar o seriado em vídeo no canal, aguardem 😉

De filme foi: A Hora Mais Escura, que conta sobre os agentes da CIA envolvidos nas operações de captura e morte de Osama Bin Laden. Achei o filme bom, porém nada de mais, esse tipo de filme americano tem sempre tendência de mostrar as coisas somente por um lado (e é o deles, totalmente patriota).

3. Se você pudesse escolher qualquer série, antiga ou nova para assistir no Netflix, qual seria?

The Big Bang Theory… Não entendo como uma série tão famosa e amada por todos não está disponível por ali 🙁

4. Qual a sua maior reclamação sobre Netflix?

Com certeza é a demora em atualizar as séries. Tem séries que acompanho a tempos e sempre vejo por outros sites, já que a demora ali é loooonga. As séries que assisto e que estão disponíveis no Netflix como The Vampire Diaries, The Walking Dead e Family Guy estão super atrasadas.

5. Quais são seus itens essenciais para uma maratona no Netflix?

Edredom, salgadinhos e de preferência uma chuvinha ao fundo <3

6. Você já assistiu alguma série original Netflix? Gostou?

Ainda não assisti, porém Orphan Black está me tentando a ser assistida ultimamente.

7. Qual foi o último filme que você adicionou ao “Minha lista” ?

O Grupo Baader Meinhof.

8. Quais suas indicações de filmes ou séries?

Como já falei de séries em algumas das perguntas, vou listar alguns filmes disponíveis por lá para quem tiver interesse: Cake – Uma Razão Para Viver, A Incrível História de Adaline, Os 12 Macacos, Comer Rezar Amar, A Escolha Perfeita 1 e 2… Por ai vai, tem MUITOS :B

Quero convidar todos que estão lendo essa tag a participar, e quando o fizer deixem nos comentários os links do post de vocês… Quero ler o que vocês curtem e assistem 😀

Beijos

 

 

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Tag: Termine a Frase.

12226311_923234067765202_1037645336_n

Olá. Estive a procura dessa tag a alguns dias atrás e fuçando pelo google encontrei no blog da Daiane 😀
Estou me acostumando a colocar meus pensamentos, ideias e opiniões pessoais a tona por aqui e essa tag vai intensificar isso, hehe
Vamos as frases:

1. Sou muito:
Difícil de mudar de opinião (podemos nomear de teimosa também). Quem me conhece sabe que é complicado mudar o que penso. Principalmente quando se fala de coisas relacionadas a política, dinheiro, trabalho e essas coisas mais “sérias” 😛

2. Não suporto:
Hipocrisia. E principalmente odeio ter que explicar a alguém que a pessoa é hipócrita… tem gente que acha que não tem preconceito, ai vem lá fala muita merda preconceituosa e eu sou obrigada a falar: amigo, isso é preconceito, ok?!

3. Eu nunca:
Gravei um vídeo para o blog. Sempre tive muita vontade, porém fico pensando que ninguém vai gostar do que falo e etc 🙁 Mais estou mudando bem esse pensamento e em breve vou fazer meu primeiro vídeo e estrear o canal 7 vidas felinas 😀

4. Quando era criança:
Eu planejava ser bióloga. Isso foi desde quando eu era criança até na época da oitava série, eu já tinha tudo planejado mesmo. Depois que me informei mais sobre o curso e o quanto era complexo e matemático desisti. Odeio números.

5. Eu já:
Caí de moto. Quando comprei minha biz aos 18 anos eu não sabia andar de moto até então. Na primeira vez que peguei ela dirigi em umas voltinhas apenas na primeira marcha e beleza, estava indo tudo ok. Porém quando decidi acelerar mais e mudar as marchas não consegui controlar tudo que estava fazendo e então aconteceu que eu caí dentro de uma poça de lama 🙁 Ainda bem que não aconteceu nada comigo e nem com a minha moto… Quando minha tia foi me encontrar ela não conseguia segurar o riso: eu estava toda coberta de lama.
Agora a gente ri muito da história 😛

6. Neste exato momento:
Escrevendo esse post e ouvindo 22 da Taylor Swift 🙂

7. Eu morro:
De medo de sapos, rãs e todos dessa família.

8. Eu sempre gostei:
De gatos. Sempre foi um dos animais que eu mais amei e amo até hoje.

9. Se eu pudesse:
Eu trabalharia em casa, seja no computador, telefone, qualquer coisa que não precise sair e que possa ter mais liberdade com horários.

10. Ficaria feliz se:
Meu trabalho com o blog fosse mais reconhecido. Sei que tenho muito ainda a me esforçar mais encheria meu coração de felicidade se algum dia alguém comentasse sobre meu blog.

11. Se eu pudesse voltar no tempo:
Eu não teria voltado a morar no Brasil.

12. Adoro:
Assistir séries e filmes por várias horas seguidas.

13. Quero muito ser:
Viajante em tempo integral.

14. Eu preciso:
Voltar a escrever todos os dias, ter essa rotina definitiva na minha vida.

15. Não gosto de:
Assistir filmes ou séries dubladas, na verdade eu não assisto de jeito algum nada dublado.

Até a próxima 😀
beijos!

E não esqueçam de colocar o link do post de vocês nos comentários caso participem dessa tag também.




Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Tag: Viciados em Música.

Oláá.
Resolvi trazer uma tag de um tema que não abordo muito por aqui: música.
Acho bem difícil falar de músicas que gosto e que não gosto, pois não tenho gêneros parecidos que curto… Fica complicado de explicar 😛
Achei essa tag no blog da Vanessa Bayer.

adventure-time-awesome-bmo-cute-Favim.com-873025
 .
 .

1. Uma música romântica:
Before I Ever Met You – Banks


2. Uma música que te define:
Yellow Flicker Beat – Birdy


3. Uma música que não sai da cabeça:
Worth It – Fifth Harmony


4. Uma música que quando você escuta, você chora:
You Could Be Happy – Snow Patrol (Eu não choro realmente, mas acho ela bem triste)


5. Sua música predileta no momento:
One Time – Marian Hill


6. Uma música que você não consegue gostar:
Where Are U Now – Justin Bieber, Skrillex e Diplo


7. Cite um trecho de sua música predileta:
Lisztomania – Phoenix
“I’m not easily offended, it’s not hard to let it go, from a mess to the masses…”


8. Sua música predileta brasileira:
Fogo – Capital Inicial


9. Abra seu player em modo aleatório e diga qual é a quinta música:
Love me Harder – Ariana Grande ft The Weeknd


10. Tagueie 5 blogs:
Convido todos que estiverem passando por aqui para participar e compartilhar suas músicas queridas 😀
E quem participar deixa o link nos comentários que vou adorar conhecer as músicas preferidas de vocês!

Beijinhos e até o próximo post
:*



Tags:,

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Blogagem Coletiva: Coisas que Fiz e me Envergonho.

Olá! 🙂
Participando de mais uma blogagem coletiva, dessa vez do grupo blogs que interagem, e com esse tema escolhido também ser algo que nunca contei por aqui decidi por arriscar. Vamos lá:

facepalm-homer-simpson


– Sim, eu já achei que ficaria com uma pessoa pra sempre, que amaria ela pra sempre e não conseguiria viver sem. Eu sempre fui uma pessoa bem apaixonada, sou até hoje mas já mudei bastante nesse quesito. Porém na época de escola, eu era MUITO apaixonada. Quando eu gostava ou ficava com alguém, era muito sério. Eu falava que seria pra sempre, que jamais deixaria e era tanto amor que no fim das contas, o amor todo era uma simples paixão passageira, sabe aquelas de estações mesmo 😛 Isso aconteceu comigo mais de uma vez até, e penso com muita vergonha nisso, em como pude ter sido levada por todo o “calor do momento”.
Mas não, não me arrependo de ter escolhido aquelas pessoas nos determinados momentos da minha vida, pois tudo aquilo moldou quem eu sou hoje. Foi tudo uma questão de passagens que faremos na vida das pessoas.

For further information: please contact your local UIP Press Office.


– Amizades:
Me arrependo muito de me deixar influenciar por pessoas que na época eram melhores amigas e hoje não passamos de desconhecidos nas ruas. Eu realmente deixava de falar com certa pessoa porque uma “amiga” não gostava, ou porque tinha medo da reação dos outros. E isso é totalmente ridículo. Havia sempre muito ciúme entre minhas amigas no ensino fundamental, muito mesmo. Mandávamos recadinhos maldosos uma para as outras, e escondíamos quando, por exemplo, eu estava na casa de uma e não chamamos as outras. 
Hoje em dia penso que deveria ter sim feito amizade com todos a minha volta e não pensar no que achariam, se ficariam chateadas comigo e etc. 

cofre-porquinho-economia-financas-poupanca-dinheiro-1294678283226_956x500


– Gastar dinheiro com futilidades:
No ensino médio eu gastava muito dinheiro e não pensava nas consequências disso. Era roupa pra sair final de semana, calçados novos para usar no colégio, acessórios, mala escolar todo ano precisava ser nova e uniformes também.
Gente, que besteira!
Eu deveria ter feito uma poupança, ter guardado embaixo do colchão, ou em qualquer outro lugar, menos ter me preocupado com que roupa eu impressionaria as outras pessoas (que era o pensamento na época, eu queria conquistar o pessoal né, haha). Ou então eu deveria ter comprado tudo da China, ai sim eu teria feito compras boas e sairia ganhando 😛
E o pior de tudo era que na maioria do tempo eram meus pais que pagavam tudo, pois enquanto eu estava na escola eu não trabalhava… apenas vivia dos estudos e do dinheiro deles 🙁 apenas inaceitável né?!
Hoje em dia eu economizo muito, muito mesmo. Compro coisas boas, pois me esforço pra economizar e comprar tudo no tempo certo, e a vista, claro hehe.

Porém, não é de arrependimentos que a gente vive. A vida é toda cheia dessas passagens idiotas também. A adolescência é sempre um momento bem intenso, confuso mas passageiro. Tudo que resta no final são as boas lembranças.
Quando me deito e paro pra pensar, eu sinto que aproveitei do meu jeito, com minhas vontades e reais sentimentos… e isso me conforta. Deixem essas vergonhas serem um capítulo divertido da sua vida 🙂

– Esse post faz parte da blogagem coletiva do grupo Blogs que Interagem, participe você também, só clicar no link 😉

Beijos e até a próxima :*

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Meme Rotaroots: 5 Esportes que eu Praticaria.

OLÁAAAAA!
Decidi voltar um pouco por aqui, já que estou passando por vários problemas quanto a blog, site novo e pessoas que não cumprem com suas palavras de entrega (cof cof essa foi indireta hein) mas enfim. Vamos voltar a programação normal por aqui e fo**-se o resto.

Nada melhor pra deixar a imaginação fluir do que com os memes do grupo Rotaroots, e um deles foi de esportes e achei interessante falar um pouco sobre algo que jamais bloguei aqui.
Eu sou uma negação pra esportes, sempre fui, apenas fazia nas aulas de educação física na escola porque precisava de nota né gente, então…
Mas mesmo não nascendo com o dom, acho muito legal praticar algum esporte, ter todo o foco de fazê-lo todos os dias e obter resultados bacanas pra saúde e bem estar.
Vamos a minha lista:

1. Vôlei

olkself13_cm_09051200032


Vôlei era o único esporte que eu realmente gostava de praticar no tempo da escola. Era emocionante pois você não ficava somente em uma posição durante o jogo, então todo mundo passava por partes boas e ruins. Mas eu sou bem fraca nos braços então sempre fui terrível na hora de sacar 🙁

2. Salto a distância.

Salto-em-Distância


Outro esporte que eu gostava de participar na escola e faria novamente nos dias de hoje. No tempo da escola eu sempre ficava nas primeiras posições e nem entendo como eu conseguia pular tanto, mas eu conseguia 😀
Porém os pontos negativos são: você conseguir “aterrissar” em pé ou com o máximo do corpo jogado pra frente, pois se você cair sentado é dali que vão começar a contagem do seu pulo e vai te prejudicar e a parte da areia toda dentro da sua roupa depois… é um tanto quanto agoniante 😛

3. Baseball

women-baseball

Também praticava esse no ensino fundamental, porém a gente não seguia realmente todas as regras certinhas 😛 mas era bem divertido quando você acertava a bola e começava a correr o mais rápido pra tentar ganhar mais pontos possíveis pro seu time.
Mais teria que estudar bem todas as regras primeiramente, para então começar a praticar.

4. Muay Thai.

Felice_Herrig_fighting_at_Muay_Thai_Mayhem_XIV


Sei que esse tópico vai fugir um pouco do tema esportes por ser mais voltado a artes marciais mais no meu conceito essas lutas são bem esportivas também. Artes marciais fazem muito bem tanto para o corpo quanto pra mente, principalmente pra acabar com toda tensão que enfrentamos diariamente com stress no trabalho e todas outras coisas do dia a dia.

5. Tênis.

22102013---victoria-azarenka-devolve-a-bola-no-jogo-contra-sara-errani-pelo-wta-de-istambul-1382458862819_956x500


Esse é um dos jogos que trabalha muito com o corpo da pessoa, então faria mais pro benefício do corpo do que o jogo em si, pois parece ser realmente difícil tanta corrida, rebater e correr novamente. 

É isso ai. O que acharam da minha lista? E qual esportes vocês incluiriam na lista de vocês?
Deixem nos comentários a opinião de vocês 😉

Beeeijos.

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Meme: 5 Brinquedos que eu queria ter guardado para meu filho.

– Esse post faz parte do Rotaroots, grupo de blogueiros(as) de raiz que organiza blogagens coletivas e tenta manter a blogosfera viva. Para participar também clique aqui –

Quando li esse tema lá no Rotaroots eu sabia e sentia que teria que fazer esse post. Eu sempre fui apaixonada por brinquedos, de todos os estilos e me arrependo de ter deixado de lado várias coisas com o passar dos anos. Coisas que poderia até ter usado como decoração, por exemplo.
Mas não é de arrependimentos que vivemos nossa vida. Se eu tiver filhos algum dia, ele também terá paixão por suas brincadeiras e será feliz de seu jeito 🙂
Mas aqui vai a minha lista:

1. Fabriquinha de Biscoito;

285512020831352

 Acho que esse foi um dos brinquedos que mais marcou minha infância, porque várias das minhas amigas e primas visitavam minha casa pra comer os famosos biscoitos da Eliana. A receita era super fácil (triturar biscoitos de leite e passar leite condensado por cima pra ficar uma massa, e modelar do seu jeito com as formas de estrela, coração e etc). E imagino que até hoje as crianças ficariam felizes em preparar seu próprio biscoito personalizado.

2. Brinquedos do Kinder Ovo Surpresa;

kinder-ovo-miniaturas-leoventuras-1990-leoes-coleco-21305-MLB20207699533_122014-F

Eu e meu irmão mais velho éramos colecionadores dos brinquedos surpresa que continha no Kinder Ovo. Tínhamos uma caixa cheeeeia deles. Essa coleção dos leões nós tínhamos completa. E podíamos brincar de várias coisas com eles, como montar zoológicos (que era meu preferido :P)

3. Jogo de Ludo;

jogo de ludo 01

Jogos de tabuleiro são um vício até hoje, mas lembro que um dos meus favoritos era o Ludo. Era uma super competição pra ver quem conseguiria atravessar todo o tabuleiro com as 4 peças e ganhar. Esse eu realmente tenho uma caixa guardada na casa dos meus pais, quem sabe meus filhos cheguem a brincar com o mesmo que eu tive.

4. Tazos Looney Tunes;

tazos5

Essa era outra coleção que eu e meu irmão compartilhávamos… Tínhamos vários, até de outros personagens além do Looney Tunes. Os modelos da foto eram conectáveis um ao outro e fazíamos voar (era muita emoção :D).

5. Pescaria;

jogo_pesca_maluca_dtc_4

 Esse foi um brinquedo que era difícil alguma criança não ter, ele era a moda da época. Você tinha que pescar os peixes, porém na hora certa que eles estavam de boca aberta para puxar a isca. Tinha vários anzóis para brincar em mais amigos. 


Mas agora me contem: Qual seria a sua lista de brinquedos?
Beijos e até a próxima! :*

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Tag: 7 Pecados Literários.

large

 

 

 

Encontrei mais uma tag literária bonitinha para responder aqui no blog!
Dessa vez, encontrei no blog Versificar da Mariana 🙂

1. Ganância – Livro mais caro| Livro mais barato
O meu livro mais caro é “A Hospedeira” da Stephenie Meyer, pelo preço de R$ 50,00. Já o mais barato foi “Under Further The Duvet” da Marian Keyes, que meu namorado encontrou no local que ele trabalha e disseram que ele poderia ficar já que alguém perdeu ele por lá… foi lucro na certa 😀

2. Ira – Com qual autor você tem uma relação de amor e ódio?
Acho que posso citar Meg Cabot, pois ela tem tipo os melhores livros mas são tantos que não consigo acompanhar e comprar tudo. Ainda quero ter todos da saga do Diário da Princesa mas não estou nem perto de terminar… Mas ela é ótima, uma escritora incrível!

3. Gula – Um livro devorado sem vergonha alguma.
“Amanhecer” da Stephenie Meyer… A ansiedade era tanta mas tanta que li ele em menos de uma semana, pelo que lembro. Foi uma saga linda! 

4. Preguiça – Um livro rejeitado por causa da preguiça.
“Vidas Secas” do Graciliano Ramos, tive que ler ele para trabalhos escolares e só de pensar nessa pressão eu odiava ler ele. Nem dei a devida atenção a obra.

5. Orgulho – Um livro do qual você tem orgulho de ter lido.
“O Morro dos Ventos Uivantes” da Emily Bronte, livro apaixonante com um amor assassino. Me fez entender muito mais a beleza dos romances antigos.

6. Luxúria – O que chama sua atenção em personagens masculinos?
Os românticos e cavalheiros chamam sempre mais atenção, com seus atos heroicos e altruístas, tentando manter a chama do amor sempre acessa.

7. Inveja – Que livro você gostaria de receber de presente?
“Destrua Este Diário” da Keri Smith… Parece ser muito divertido e fora do comum, estou namorando ele a muito tempo! :B

Convido todos(as) para responder a tag em seus respectivos blogs e sintam-se livres para colocar o link aqui nos comentários, para que eu acompanhe a tag de vocês também!
beijinhoos :*

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Meme Rotaroots: 5 coisas para fazer na minha cidade.

– Esse post faz parte do Rotaroots, grupo de blogueiros(as) de raiz que organiza blogagens coletivas e tenta manter a blogosfera viva. Para participar também clique aqui –
 
Depois de me unir ao grupo de blogueiras fiquei super inspirada para começar os posts coletivos, então aqui vamos para o meu primeiro 🙂
Eu entendi o post como minha cidade atual (espero que esteja certa) e coloquei aqui as coisas que fiz nos meus primeiros dias em Dublin… Tudo me encanta aqui e é difícil escolher só 5 coisas, mas peguei as principais.
Tudo fica bem pertinho e você pode fazer isso em um dia, vai ser bem aproveitado e se o seu tempo aqui for curto ficará com belas lembranças da capital irlandesa.
 
 
Grafton Street: Para começar o dia, a agitação de uma bela rua que já foi eleita, em quinto lugar, uma das ruas com lojas mais caras do mundo! O local que foi onde Damien Rice começou sua carreira, é de encher os olhos e os bolsos das loucas consumistas. Lá você encontra a loja da Disney, Vans, MAC, Dior, Yves Saint Laurent e todas essas bem conhecidas espalhadas no meio de milhares de turistas. Uma das coisas mais legais de lá na verdade são os artistas de rua, você sempre vai encontrar alguém pra te surpreender (na foto do canto direito, o cara que fazia esculturas na areia).
 
St Stephen’s Green: No topo da Grafton Street você encontrará a entrada ao parque Stephen’s Green (ao lado do shopping do mesmo nome). Ele é de uma beleza singular, com um lago central magnífico cheio de cisnes, patos e pombos (que aqui podem ser considerados pragas, tem pombo em todo lugar genteee). Ele tem várias estátuas de pessoas importantes na história da Irlanda também.
Em dias ensolarados, super indico levar uma toalha e fazer um piquenique (se você achar local para sentar) e simplesmente curtir a brisa leve e natural do parque… vai renovar as energias.
 
 
Temple Bar District: Ruazinhas estreitas, cheias de pub’s e restaurantes diferenciados, você encontrará por aqui. Lá também rola muita música ao vivo, principalmente na praça localizada bem “no coração” do distrito. Brechós e muito grafite nas paredes… Vai encher seus olhos de cultura e arte do bem. É uma boa pedida como atividade noturna também.
 
 
River Liffey and Bridges of Dublin: Se você passar por Dublin, será impossível não cruzar o rio Liffey que divide o lado norte e sul por aqui. Todas as pontes são super fofas e não tem como não tirar fotos por lá… Tiro até hoje quando passo por lá. Tem alguns barcos que você faz tour por lá, mas não sei dizer de nomes ou preços 🙁 O rio é um ótimo ponto de localização quando você está perdido também (falando por experiência própria, hehe).
 
 
 
Phoenix Park: O maior parque urbano de toda a Europa é simplesmente perfeito. Sério, não tem como se decepcionar com esse local.
Ele é realmente gigantesco, dentro existem várias áreas diferenciadas… lá dentro até está localizado o Zoológico de Dublin. No parque também tem a chance de encontrar uma manada de gamos selvagens (parecido com um cervo), que consideram o parque seu lar.
 
É isso ai, espero que tenham a oportunidade de conhecer essa cidade e se apaixonar por ela do jeito que fiquei ao viver por aqui 🙂
Beijos, até o próximo post!
 
 
 
 
 

 

 

 

 

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.

Tag: Como eu Leio?

a66d7c99f99f67c7567a28d40a74118b

Estava meio cansada dos posts de sempre por aqui, então hoje fui atrás de uma coisa que adoro fazer por aqui: responder tags! 😀
Achei essa por acaso, enquanto conhecia o blog La Vie en Rose, mas a tag foi originalmente criada no Lendo nas Entrelinhas.

São 15 perguntas divididas em 5 categorias… Vamos lá então:

A Aquisição

1. Sempre compra você mesma seus livros ou tem anjos da guarda? Se tem, quem são eles?
Depende muito, eu passo por todos os casos: compro livros e também sou presenteada com eles, principalmente pelo meu namorado.

2. Gasta quanto (em média) por mês em livros? Já estourou o cartão de crédito com livros?
Sempre acho livros ótimos em brechós aqui na minha cidade, então por mês não gasto mais do que 15 euros em livros. Nunca estourei cartão com nada.

3. Consegue livros emprestados com frequência? Se sim, quem te empresta normalmente?
Não costumo pegar livros emprestados, pois sempre estou montando coleção de livros, gosto de possui-los. Já emprestei livros de familiares e as vezes pego na biblioteca pública… mas não faço isso com muita frequência.

O Deleite

4. Lê em média quantos livros por mês?
Sempre tento ler um livro por mês, no máximo dois… Não sou louca da leitura, não tenho muito tempo pra isso.

5. Lê em média quantas páginas num dia de semana? E nos finais de semana?
Não conto por páginas mas sim por capítulos. Dependendo do livro, leio um capítulo por dia, não importa se é dia da semana ou final de semana. Quando os capítulos são muito curtos, leio dois. (deve ser no máximo 10 páginas por capítulo, acho)

6. Consegue abandonar um livro no meio da leitura?
Não. Não importa o quão ruim o livro seja, tenho que ir até o fim para ter minha opinião concreta sobre a história.

O Local do Crime

7. Consegue ler em local movimentado? (ônibus, fila do banco)
Sim, mas só faço isso quando estou muito curiosa para saber o que irá acontecer… Prefiro sempre ler com silêncio mesmo.

8. Prefere ler na mesa, no sofá, no chão ou na cama?
Na cama, sempre.

9. Qual a hora do dia que prefere para ler?
Noite, antes de dormir de preferência.

Os Impedimentos

10. É solteira? Se não, seu namorado, noivo, esposo, te dá espaço para ler?
Meu namorado sempre apoia minhas leituras. Me presenteia com livros, dá dicas de leituras e tudo.

11. Lê no trabalho? Se sim, qual emprego dá essa dádiva de ler na hora do serviço?
Já li sim em empregos que tive, como quando era secretária em uma escola de inglês. No momento não estou trabalhando, então consigo ler sempre que quero.

12. Já deixou de sair com a galera só pra ler aqueles capítulos irresistíveis?
Não, como eu sempre leio antes de dormir consigo conciliar saídas e a hora da leitura.

As Insanidades

13. Já sonhou ou teve pesadelos vivendo a história de um livro? Qual foi o livro?
Sempre, principalmente quando são livros de romance, com algum personagem que me apaixono platonicamente. Sonhava muito com a saga Crepúsculo e a saga dos Diários do Vampiro. (bobinha eu, haha)

14. Qual a maior loucura que já fez ou faria para conseguir um livro?
Nunca fiz nenhuma besteira por livro. Acho que se fizesse algo seria aguentar alguma fila gigante para comprar o tão esperado livro, nada além disso.

15. Já chorou ao terminar um livro? Foi de felicidade ou tristeza? Qual foi o livro?
Chorei com o término de “Marley & Eu”, realmente fiquei bem triste com tudo. Também chorei com “Amanhecer” (último livro da saga Crepúsculo), mas não chorei no final, foi com as descrições do casamento da Bella com Edward, principalmente na parte que ela se despede do pai dela… Me deixou bem emotiva mesmo.

Pra você que gosta de livros, sinta-se convidada(o) a fazer a tag no seu blog e coloque o link  nos comentários pois quero ler as respostas de todos.
Um beijo carinhoso e até o próximo post ;*


Tags:, ,

Este post foi escrito por: Débora Fernanda

Olá! Sou Débora Fernanda Gessner, tenho 23 anos, atualmente morando em Jaraguá do Sul, SC. Desde 2009 venho imaginando ter 7 vidas (felinas, de preferência) para poder falar sobre tudo que curto e que faz parte da minha personalidade.